Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Expert diz que Harry e Meghan não se arrependem de “abalar” a realeza

A autora Ingrid Seward contou que Harry sabia que jogaria uma granada e abalaria as estruturas da realeza com a entrevista dada à Oprah

atualizado 07/05/2021 19:30

Príncipe Harry e Meghan Markle_1Max Mumby/Indigo/Getty Images

Quando Harry e Meghan Markle colocaram a boca no trombone no bate-papo polêmico com Oprah Winfrey, o casal frisou não ter se arrependido de renunciar aos cargos no alto escalão da Coroa britânica nem da mudança do Reino Unido para os Estados Unidos. Todo o processo, desde a abdicação até encontrarem um lugar para morar, foi definido por eles como “um milagre”. Ao Page Six, a especialista real Ingrid Seward afirmou que o neto da rainha Elizabeth II sabia que jogaria uma granada e abalaria as estruturas da realeza com a entrevista reveladora.

“Ele sabia o que estava fazendo”, ressaltou Seward sobre a atitude do príncipe Harry em expor como era a vida na família real no programa de tevê de Oprah. Autora de biografias sobre a rainha, o príncipe Philip e a princesa Diana, a expert avalia que os duques de Sussex não queriam somente revelar detalhes, mas também gerar burburinho em torno da situação que trouxe à tona acusação de racismo, problemas de saúde mental e omissão do Palácio de Buckingham diante das queixas do casal.

Ao tabloide, a escritora bateu na tecla: “Eu posso te jurar isso, e ele [Harry] queria balançar aquele barco. Exatamente por que, não entendo, mas ele queria. Então fez, e eu não acho que esteja surpreso com as repercussões ou que se arrependa por um momento”. Ao abordar a respeito de alguns integrantes da realeza, o duque de Sussex confessou estar magoado com o irmão, o príncipe William. Ele contou que o relacionamento com o marido de Kate Middleton continuava conturbado e que o familiar estava preso aos deveres reais.

0

O nome do pai de Harry, o príncipe Charles, não escapou da entrevista. Segundo o marido de Meghan Markle, o herdeiro do trono britânico passou quase um ano sem atender às ligações do filho desde a saída oficial da Coroa britânica. “Acho isso tão difícil de entender. O que ela estava tentando nos dizer lá?”, disse Ingrid Seward ao voltar ao assunto dos pensamentos suicidas de Meghan. Na entrevista, a duquesa de Sussex afirmou ter tido pensamentos suicidas após o nascimento do primogênito, Archie.

Meghan contou que pediu ajuda, sem sucesso, ao Palácio de Buckingham para auxiliá-la no tratamento do problema de saúde mental. Do ponto de vista da escritora, faltou uma conduta do príncipe Harry perante o quadro sensível da mulher. “Você não vai ao departamento de RH do Reino Unido. Você vai consultar um médico ou diz ao marido: ‘Querido, estou me sentindo péssima, preciso que encontre alguém’. Harry também fazia terapia, então ele devia  conhecer profissionais”, defendeu Ingrid Seward.

Príncipe Harry, Meghan Markle e Oprah Winfrey
No encontro com Oprah, Meghan afirmou que teria havido preocupações entre membros da família real britânica sobre quão escura seria a pele do filho
Celebridade x duquesa

Editora-chefe da Majesty Magazine, Seward defende que Meghan lutou como uma integrante da família real por poder expressar posicionamentos antes de integrar a Coroa britânica. “Acho que ela simplesmente não entendia que, como uma duquesa real, você não pode ter uma voz”, analisou a autora. Ela complementa a avaliação culpando o príncipe Harry por não ter explicado à mulher tópicos comuns sobre ser da realeza: “Não é sobre você, é sobre a monarquia, não é como ser uma celebridade”.

Antes de se tornar duquesa de Sussex, Meghan era protagonista da série Suits. Ela interpretava a personagem Rachel Zane, e parou de atuar quando se casou com o neto da rainha Elizabeth II. Ingrid Seward recordou ter ficado animada quando anunciaram o noivado do príncipe Harry e Meghan Markle, em 2017. Entretanto, sabia que haveria problemas entre a ex-atriz e a monarquia pelo fato de a futura integrante da família real ser dos Estados Unidos.

Príncipe Harry e Meghan Markle
Clique do anúncio do noivado do príncipe Harry e Meghan Markle

“Acho que ela não tinha ideia de que não seria capaz de dizer o que pensava ou de expressar a opinião. Era a isso que ela estava acostumada a vida inteira e, de repente, viu-se em uma camisa de força”, explicou a escritora. Ao julgar a entrevista do casal Sussex para Oprah Winfrey, a biógrafa reforçou que as acusações da dupla “mutilaram” gravemente a Coroa britânica. “Ninguém ataca a realeza. Nunca ouvi falar de um membro da família real criticando-os como Meghan e Harry fazem”, concluiu Seward.

Archie

Na terça-feira (6/5), o primogênito de Harry e Meghan completou 2 anos. O menino ganhou os parabéns da bisavó, a rainha Elizabeth II; dos tios, William e Kate Middleton; e do avô paterno, o príncipe Charles. O herdeiro do trono excluiu a mãe da criança da foto postada. A publicação ficou recheada de críticas nos comentários. Os pais do aniversariante também fizeram uma publicação em homenagem ao filho no perfil do Instagram da Fundação Archewell.

Os duques de Sussex escolheram um clique em que o garoto surge de costas e segurando balões. Na legenda, Meghan e Harry convidaram os admiradores a doar dinheiro para comprar vacinas contra a Covid-19. Os valores arrecadados são revertidos na compra do imunizante, enviado a países pobres. “Mesmo uma pequena contribuição pode ter um efeito de cascata. Juntos, podemos elevar, proteger e cuidados uns dos outros”, escreveram na postagem.

Archie
Foto postada por Meghan e Harry para comemorar os 2 anos de Archie
Príncipes Charles e Harry com Archie
Foto postada no perfil do Instagram do príncipe Charles. Ele surge com o filho, Harry, e o neto Archie
Batizado Archie
Príncipe Philip e rainha Elizabeth “babam” Archie no colo da mãe, Meghan Markle. Harry e avó materna, Doria Ragland, também participam do momento

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias