Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Esnobado pela rainha, Harry sente mágoa por racismo sofrido por Meghan

O príncipe revelou ter sido esnobado pela avó, a rainha Elizabeth II. Meghan e Harry não quiseram revelar quem fez o comentário racista

atualizado 08/03/2021 12:54

Príncipe HarryHarpo Productions/Joe Pugliese via Getty Images

Como uma bomba nuclear, os desdobramentos da entrevista de Meghan Markle e Harry não param de abalar os pilares da Coroa britânica. No bate-papo com Oprah Winfrey, nesse domingo (7/3), o príncipe e a ex-atriz hollywoodiana afirmaram que o racismo foi o principal motor para a renúncia dos cargos no alto escalão da realeza. Na fala, o duque de Sussex revelou ter sido esnobado pela avó, a rainha Elizabeth II.

De acordo com Harry, a soberana estava ocupada para encontrá-lo enquanto precisava lidar com a série de insultos feita pelos tabloides britânicos a respeito de Meghan Markle. Caçula de Lady Di, o príncipe acusou a monarca de ignorá-lo após ter sido supostamente rejeitado por assessores reais. O episódio ocorreu depois do casal Sussex anunciar que iria se retirar da realeza, em janeiro do ano passado. Para contornar a situação da abdicação, a monarca convidou a dupla para uma viagem à Sandringham House, casa de campo da família.

Príncipe Harry e Meghan Markle sentados em cadeiras de mãos dadas
Príncipe Harry e Meghan Markle em entrevista à apresentadora Oprah Winfrey

Em determinado momento do bate-papo, os entrevistados contaram sobre os familiares questionarem a cor da pele de Archie, primeiro filho de Meghan e Harry. Vale ressaltar que a duquesa de Sussex tem ascendência afro-americana. A apresentadora Oprah Winfrey perguntou ao casal sobre quem tinha feito o comentário racista. O príncipe se recusou a revelar a identidade, mas confirmou não ser os avós, a rainha Elizabeth II e príncipe Philip.

O príncipe recordou de um episódio enquanto pertencia à realeza. Ao presenciar um evento de caridade, uma pessoa chegou até ele e disse: “Você precisa entender que o Reino Unido é muito fanático”. Harry retrucou: “O Reino Unido não é fanático, a imprensa britânica é intolerante, especificamente os tabloides”. Antes mesmo de selar a união, o casal de duques de Sussex sofreu ataques da mídia, inclusive Meghan pensou em cometer suicídio, conforme confessou na conversa assistida por mais de 10 milhões de telespectadores.

0

O duque de Sussex recordou que “conotações coloniais” norteavam a maioria das manchetes relacionadas à Meghan Markle. À época, membros do Parlamento britânico chegaram a condenar a cobertura midiática, o mesmo não foi realizado pelo Palácio. O príncipe chegou a pedir ajuda à Coroa para usar a sua conexão com a imprensa a fim de “compartilhar alguma verdade” e “mandar os cachorros embora”.

Entretanto, a realeza não apoiou a decisão. “Mesmo assim, ninguém da minha família disse nada nesses três anos. E isso dói”, frisou Harry. Ele e Meghan subiram ao altar em 19 de maio de 2018. Na entrevista, eles revelaram que tiveram uma cerimônia secreta três dias antes do enlace real.

Casamento príncipe Harry e Meghan Markle
O casamento de Meghan e Harry entrou para a lista dos maiores da década

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias