Chefs indicam os 10 melhores hambúrgueres para comer em Brasília

O Metrópoles convidou chefs e empresários do ramo da gastronomia para revelarem seus locais e hambúrgueres preferidos

atualizado 28/05/2021 20:41

Sextou com S de “só um hambúrguer deixaria esse dia perfeito”. Afinal, nesta sexta-feira (28/5) é comemorado o Dia do Hambúrguer. A data celebra um dos pratos mais queridinhos e consumidos pelos brasileiros, porque funciona bem tanto no lanche, quanto para substituir uma refeição. Até porque, uma das propostas dele é oferecer praticidade. 

“Para mim, hambúrguer tem que ser comido com uma mão. O conceito dele é de ser algo para ser comido rapidamente, de pé e enquanto você faz outra coisa”, destaca o chef Matheus Zanella, do projeto Mesa pra Doze

Na mesma linha, existem os apreciadores de receitas simples e que valorizam os detalhes. “Em minha primeira visita a uma hamburgueria nova, sempre como um clássico com pão, carne, queijo e salada. Essa combinação permite ver a qualidade dos ingredientes e como eles são tratados pelo local”, relata André Castro, chef à frente do Authoral e sócio do Ágile

Entre as diversas preferências e gostos, o Metrópoles reuniu os 10 melhores hambúrgueres da cidade. Para ajudar na seleção, convidamos 10 chefs do DF para contar quais espaços e sandubas valem a viagem. Veja a lista completa!

Madre Teresa Deli, a escolha perfeita para André Castro e Bruna Bertozzi

O Madre Teresa Deli se tornou uma religião entre os apreciadores de hambúrguer. A hamburgueria mais pobre do mundo, como o próprio dono define, faz as pessoas se deslocarem de todos os cantos da cidade para conhecer as quatro combinações de sanduíches que compõem o menu. A casa aparece no topo do pódio do chef André Castro e da pâtisserie Bruna Bertozzi, dona do Páprica Burger e da Munch. Mas também consta da lista de Lucas Barbecue. 

De acordo com Bruna, “o Burger Santa Cruz é perfeito, sem defeitos”. “Ele tem uma carne suculenta, feita na brasa. O bacon com açúcar mascavo ficou perfeito na combinação de um clássico cheesebacon. Além disso, o lugar é uma experiência. Tudo  é feito com muito carinho e cuidado”, destaca. 

Enquanto isso, André Castro prefere o Chesterton. Ele destaca a combinação de blend Angus, american cheese, fatias de pastrami, cebola, picles e sour cream no pão prime. Para Lucas, que também concorda com o Castro, “apesar de ter muitos ingredientes, eles são combinados com maestria”. 

0
Parrilla Burger, o número um de Marco Espinoza e Matheus Zanella

Quem aprecia um bom hambúrguer já conhece ou ouviu falar do Parrilla Burger. Seja na receita mais simples ou na mais trabalhada, a casa entrega produtos que deixam estômagos e corações cheios de saudade. E foi assim que ela se tornou a hamburgueria preferida dos chefs Marco Espinoza, chef do Taypá e do Sagrado Mar, e Matheus Zanella. Ambos apreciam receitas clássicas, afinal, se elas atravessam o tempo e conquistam gerações, é porque são boas escolhas.

“Gosto muito porque fazem hambúrguer simples e muito, muito, muito bem feito. E a carne do Parrilla é a que eu acho mais gostosa, com mais gosto de hambúrguer mesmo. Gosto da textura do hambúrguer mais grosso e levemente mal passado no meio. Acho que o Parrilla faz isso muito bem”, defende Zanella. 

Enquanto isso, Marco ressalta que aprecia as receitas simples e bem feitas da casa. “Gosto sempre do clássico: pão, carne, alface, tomate e cebola”. 

0
Ricco Burger, o preferido de Carlão

Sob comando da chef Renata Carvalho, a Ricco Burger cresceu e marca presença na lista de melhores hambúrgueres da cidade. Ele é a primeira opção de Carlos Rodrigues quando o assunto é comer um bom hambúrguer. Mais conhecido como Carlão, o sócio-fundador do Papà Cucina é apreciador de um bom sanduba artesanal que entrega a carne no ponto certo. 

Na Ricco, ele sempre dá preferência para o Cheddar da Casa, uma versão cheeseburguer, mas com bacon. Mas o espaço aparece também no pódio de outros quatro chefs, entre eles o confeiteiro Gracco Magalhães. Ele destaca o Carne e Queijo. O burguer é montado com blend Passion, dobro de queijo e maionese da casa. 

0
Rott Bar, a escolha de Lucas Barbecue

“Simples e excelente”. É assim que o chef e pitsmoker Lucas Barbecue define o trabalho feito pela Rott Bar. A hamburgueria é a preferida dele quando o assunto é comer um bom sanduba. E, olha, disso ele entende: Lucas come sanduíches cerca de quatro vezes por semana. 

“Não tem como errar. Um clássico cheeseburguer executado com maestria: pão, carne, queijo. Tudo muito fresquinho e bem feito”, destaca ele. O sanduíche em questão é feito no pão francês, com burguer 180g, queijo prato e maionese da casa. E ele deixa mais uma dica: “Peça sempre com picles e no ponto da casa”. 

Esse é o segundo queridinho de Bruna Bertozzi, que acrescenta: “É um burguer simplão, mas com bastante qualidade nos ingredientes. A carne está sempre no ponto que eu gosto”. 

0
Seleto Burguer, o lugar incomum de Matheus Zanella 

Entre risadas, o chef à frente do projeto Mesa pra Doze revela que é “um pouco clássico no hambúrguer”. Para ele, o burguer perfeito tem que ser simples e não precisa de muita coisa para ficar bom. “Tem que ser uma carne saborosa, um pão bom e uma salada fresca. Com esses três, eu já tô feliz”. 

E, embora o número um da lista de Zanella seja o Parrilla, a segunda escolha merece destaque. Fora dos eixos, o Seleto Burger ocupa um endereço no Riacho Fundo II. No espaço, a combinação entre a linha “barateira meio fastfoodzão” e a linha de artesanais conquistou o chef.

“Na faixa dos 20 e poucos reais você consegue um hambúrguer muito bom. Eu gosto que eles tem uma opção que é o simples, o clássico que eu gosto de comer: hambúrguer, queijo, alface e tomate. Sem molho, nem queijos muito alucinantes. Eu realmente recomendo. Fui lá numa ocasião especial com alguns amigos e foi uma experiência sensacional”, defende o chef.  

hamburguer
Tradicional do Seleto Burger
Casa Baco, o queridinho de Gracco Magalhães

A “qualidade impecável da carne e suculência do hambúrguer” da Casa Baco conquistaram o chef confeiteiro Gracco Magalhães. De acordo com ele, o espaço comandado por Gil Guimarães une boa comida e experiência perfeita. 

Na hora de escolher o sanduíche, Gracco opta por uma combinação mais tradicional. “Meu preferido é feito com blend do Parrilla, American Cheese, cebola caramelizada e aioli”, conta. Ele pontua ainda que o hambúrguer de falafel do espaço pode ser uma boa opção para quem busca uma alternativa sem carne.

0
Lifebox, medalha de ouro de Giovanni Renê

O chef Giovanni Renê, à frente do Genèse e do 360 Sandwich, gosta de explorar quando o assunto é hambúrguer. E foi assim que ele encontrou o Lifebox, que oferece “muitas opções e um bacon de qualidade”. “Ficar no mesmo enjoa. É sempre bom conhecer sabores diferentes, Brasília tem muita opção. Agora estão vindo os hambúrgueres smash, tem sido ótimo conhecer”, pontua Renê. 

Na hora de escolher o hambúrguer preferido, ele segue a linha de muitos chefs e opta pelo sanduba simples. O preparo é feito com carne, cebola crocante, bacon, cheddar e molho. Ele também não dispensa batata sequinha e molhos diferentes. Mas se for finalizar com sobremesa, avisa que um brigadeiro já o satisfaz!

0
Kundalini do Cerrado, o vegano por Renata Dias 

Quem opta por uma dieta sem derivados animais também pode encontrar boas opções de hambúrgueres no DF. Especialista em confeitaria vegana, a chef Renata Dias destaca a Kundalini do Cerrado. O espaço é especializado em receitas veganas. 

Renata ressalta que o sanduíche perfeito deve ter “um pão bem feito, burguer suculento e molho saboroso”. Com as exigências, a recomendação oficial da chef patissêrie é o Frangolino Vegano. O hambúrguer é montado no pão com gergelim, burguer feito a base de ervilhas, cheddar cremoso da casa, alface, tomate e molho a escolha do cliente. 

0
Madero, preferido de Ronny Peterson

O chef Ronny Peterson é um dos principais expositores da culinária italiana no DF. Mas, na casa dele, as tradições da mamma dão lugar a uma receita norte-americana todos os domingos. “É de lei. Todo domingo à noite eu como hambúrguer. Já virou um hábito meu”, confessa o chef.

Para ele, o melhor “disparado” é o Madero. De acordo com Peterson, eles entregam “uma carne muito gostosa e suculenta e (um sanduíche) sempre muito bem montado”. Mas o chef observa ainda os molhos usados e a acidez do blend. “Tendo esses três quesitos no ponto certo, o hambúrguer fica perfeito”. Por lá, ele opta pela combinação simples de Cheeseburger. 

0
Páprica Burger, amado por muitos

Quando o assunto é montar o TOP 3, o Páprica aparece em cinco pódios. Mesmo que não ocupe os primeiros lugares, ele ainda se destaca como uma boa aposta quando o assunto é um bom hambúrguer. 

Para Gracco Magalhães, a hamburgueria oferece carne de qualidade e cuidado especial nas entregas. Tudo chega quentinho e bem embalado. Por lá, o preferido dele é o Páprica Burguer, que leva blend Black Angus, queijo minas meia cura, cebola caramelizada, bacon, alface, tomate e molho da casa. 

Os preparos do Páprica são aqueles sandubas de dia a dia para Matheus Zanella, que mora pertinho de uma das unidades e destaca o vegetariano de shitake como um dos melhores que comeu. O Veggie Burger leva cogumelos grelhados e gratinados com queijo minas meia cura, chutney de cebolas, berinjelas empanadas, telha de parmesão crocante, tomate fresco, mix de baby leaf e molho de cogumelos no pão com gergelim preto.

Dois hambúrgueres completos em cima de uma tabua de madeira
O Páprica conta com hambúrgueres simples no menu

Serviços
Casa Baco
Casa Park. Telefone:(61) 3879-9680. Todos os dias, das 12h às 23h.

Kundalini do Cerrado
Águas Claras e Asa Norte. Mais informações no instagram @kundalinidocerrado.vegano.

Lifebox
Rua 12 Norte, Loja 2, lote 2, Corporate – Águas Claras. Mais informações no instagram @lifeboxburger.
https://www.instagram.com/lifeboxburger/

Madero
Águas Claras, Asa Norte, Asa Sul, Guará, Lago Norte e Lago Sul. Mais informações no site.

Madre Teresa Deli
QSD 53, lote 2 – Próximo à estação de metrô Taguatinga Sul. De terça a sábado, das 18h às 22h. Delivery pelo iFood e take out pelo WhatsApp no número (61) 99928-6414. Pedidos também pelo Goomer.

Páprica Burger
Águas Claras – Rua 28 Norte. Todos os dias, das 11h às 23h.
Asa Norte – 204 Norte, eixinho L. Todos os dias, das 11h às 23h.
Asa Sul
405 Sul, Posto BR. Todos os dias, das 16h às 23h.
Setor Hoteleiro Sul, ao lado do hotel Planalto Bittar. Todos os dias, das 11h às 23h.
Jardim Botânico – SMDB, Conjunto 12, Bloco D, Loja 6. Todos os dias, das 11h às 23h.
Informações no Instagram @papricaburger

Parrilla Burger
Asa Sul – 408 Sul.
Asa Norte – 309 Norte.
De terça a domingo, das 18h às 23h. Informações no Instagram @parrillaburger.

Ricco Burger
Asa Sul – 306 Sul. De segunda a quarta, das 12h às 23h; quinta, das 12h às 15h e das 17h às 23h; de sexta a domingo, das 12h às 23h.
Asa Norte – 206 Norte. De segunda a quinta, das 12h às 23h; sexta, das 12h às 15h e das 17h às 23h; sábado, das 12h às 23h; domingo, das 12h às 22h30.
Lago Sul – Subido da QI 23. De segunda a sábado, das 17h às 23h; domingo, das 17h às 22h30.
Informações no Instagram @riccoburger.

Rott Bar
CLSW 103, Ed. Rhodes Center 2, Bloco A, Loja 33, Subsolo – Sudoeste. De terça a sábado, das 18h às 23h; domingo, das 18h às 22h. Informações no Instagram @rottbar.

Seleto Burger
QN 10, Conjunto 3, A/E 10 – Riacho Fundo II. Todos os dias, das 18h às 0h. Informações no Instagram @seletoburger.

Últimas notícias