Retrospectiva 2019: relembre os 10 crimes que chocaram o DF

Caso Pedrolina, Bernardo, Marinésio, Rhuan... A brutalidade dos crimes deixou a população brasiliense assustada

Andre Borges/Especial para o Metrópoles

atualizado 28/12/2019 10:21

O ano de 2019 foi marcado por crimes que chocaram os brasilienses. Entre os casos, o de Marinésio dos Santos Olinto (foto em destaque), 41 anos, assassino confesso de duas mulheres no Distrito Federal, e também indiciado pelo ataque a outras vítimas, como uma adolescente de 17 anos, que foi estuprada.

Teve ainda o do menino Rhuan, morto e esquartejado pela própria mãe e a companheira dela, em Samambaia. O ano estava quase terminando quando o corpo de outra vítima de esquartejamento foi achado na mesma cidade. Desta vez, a vítima foi Marcos Aurélio Rodrigues de Almeida, 32 anos, morto ao sair do trabalho e passar na casa da ex.

Relembre os crimes:

 

Material cedido ao Metrópoles
Veiguima foi morta com cinco facadas



Caso Veiguima: homem mata mulher e morre em incêndio na Asa Norte

José Bandeira da Silva, 80 anos, foi acusado de matar a mulher, a servidora da Secretaria de Educação Veiguima Martins, 56, a facadas e depois colocar fogo no apartamento do Bloco A da 310 Norte. O crime ocorreu na madrugada de 30 de janeiro. O feminicida também morreu após o quarto do casal ser consumido pelas chamas. Ele não conseguiu fugir a tempo e acabou inalando muita fumaça. Segundo a polícia, a intenção era mascarar o assassinato.

Confira mais informações sobre o caso:

Feminicídio: mulher levou cinco facadas do marido antes de incêndio na Asa Norte
PCDF investiga se mulher morta em incêndio na 310 Norte foi assassinada pelo marido
Casal de moradores morre durante incêndio em apartamento na 310 Norte

Policial mata PM a tiros após confusão em boate: 

Em abril, 0 policial civil Pericles Marques Portela Junior, 39, lotado na 14ª Delegacia de Polícia (Gama), foi acusado de matar a tiros um PM na casa noturna Barril 66, às margens da Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB). O crime ocorreu por volta das 3h do dia 15/04/19.

A vítima é o primeiro-tenente Herison Oliveira Bezerra, 38 anos, que era lotado no 10º Batalhão de Polícia Militar (Ceilândia). O oficial levou três tiros – dois no tórax e um no abdômen. Ele chegou a ser levado ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT), mas não resistiu aos ferimentos.

Veja mais detalhes do caso:

Policial civil mata PM a tiros após confusão em boate. Veja vídeo
Namorada de PM morto por policial civil: “Volta para casa, meu amor”
Policial civil deu tiros em PM após esbarrão. Confira vídeos

O momento da execução: 

 

Caso Marinésio: ex-cozinheiro confessa ter matado advogada: 

Após a prisão do cozinheiro Marinésio dos Santos Olinto, 41 anos, a Polícia Civil do Distrito Federal encontrou o corpo da funcionária terceirizada do Ministério da Educação (MEC) Letícia Sousa Curado, 26, no dia 26 de agosto.

Aos investigadores da PCDF, o maníaco revelou que tinha o hábito de pegar o carro nos dias de folga e circular pela cidade atrás de mulheres. Contou que costumava abordar as que estavam sozinhas em paradas de ônibus. Na versão dada aos policiais, ressaltou que oferecia carona para a rodoviária e, no trajeto, assediava as vítimas.

Veja mais detalhes do caso:

Sumiço de funcionária do MEC: “Ele é o único suspeito”, diz delegado
Assassino teria fingido ser motorista de lotação para atrair Letícia
DF: além de Letícia e Genir, Marinésio é suspeito de atacar 17 vítimas

Confira a confissão do assassino:

 

Vigilante é esquartejado no DF:

O corpo de um homem foi encontrado esquartejado em um bueiro da QR 327, em Samambaia Sul, no dia 11 de novembro de 2019. A vítima é Marcos Aurélio Rodrigues de Almeida, 32 anos. Logo depois, foram presos a ex-namorada de Marcos e primo dela. Uma emboscada foi feita na casa da mulher, onde o vigilante foi sedado e esquartejado.

0

 

Caso Bernardo: pai sequestra e mata filho  

No dia 04/12/2019, a Polícia Civil do Distrito Federal prendeu o servidor do Metrô-DF Paulo Roberto de Caldas Osório, 45, pai do menino Bernardo, de apenas 1 ano e 11 meses de idade. Em depoimento aos policiais, o homem contou que dopou o filho, matou e jogou o corpo na BR-020. Ele chegou a assassinar a própria mãe e ficou internado por 10 anos em um ala psiquiátrica do Complexo Penitenciário da Papuda.

Veja mais detalhes:

Pai é suspeito de sequestrar e matar filho de 2 anos no DF
Pai percorreu 1.035 km com corpo do filho Bernardo no carro
Justiça desarquiva processo sobre assassinato da avó de Bernardo

Veja vídeo em que Paulo fala sobre o crime:

Confira fotos do caso:

0

Caso Pedrolina: homem ataca vítima na parada de ônibus 

Agentes da PCDF encontraram, no dia 03/09/2019, o corpo de Pedrolina Silva, 50. Câmeras de segurança da faculdade Unieuro, na L4 Sul, onde a vítima aguardava sua amiga em uma parada de ônibus, flagraram o momento em que um homem aparece correndo, sobe um barranco em direção ao ponto e agarra a vítima. Ela tenta se desvencilhar, mas é arrastada para um matagal e morta.

O caso foi marcado por uma reviravolta no fim deste ano. Um suspeito chegou a ser preso, confessou o crime, mas depois a polícia chegou até Rômulo Ramos Siqueira, 24, que trabalhava como vigilante no Serviço de Limpeza Urbana (SLU), próximo ao local onde a mulher foi morta. O suspeito de matar e estuprar Pedrolina foi identificado após quebra do sigilo telefônico que permitiu comprovar a presença dele no local do crime na hora do assassinato.

Veja mais detalhes:

Vídeo: corpo de mulher é encontrado após ataque em parada da Asa Sul
“Família está destroçada”, desabafa cunhada de Pedrolina, morta no DF
Após reviravolta, PCDF prende o verdadeiro assassino de Pedrolina

Veja o vídeo:

 

Caso Rhuan: menino é esquartejado pela mãe e companheira dela

Na noite do dia 31/05/2019, duas mulheres esfaquearam uma criança de 9 anos, em Samambaia Norte. O corpo do menino foi decapitado e apresentava sinais de queimaduras. Entre as acusadas pelo crime bárbaro, está Rosana Auri da Silva Candido mãe da vítima. Ela e a companheira, Kacyla Priscyla Santiago Damasceno Pessoa, confessaram ter matado Rhuan Maycon da Silva Castro. Ambas estão presas e aguardam Tribunal do Júri.

Veja mais detalhes:

Mãe e companheira matam, degolam e esquartejam filho de 9 anos no DF
DF: menina que viu garoto ser morto e esquartejado depõe à polícia
Laudo revela que Rhuan levou 12 facadas e foi degolado vivo

Veja o vídeo: 

 

Veja Imagens da criança: 

0

 

Cadeirante morre baleado ao reagir a assalto em ônibus do DF

Um cadeirante morreu durante assalto a ônibus no dia 29/10/2019, na BR-020, região de Sobradinho. De acordo com informações das polícias Civil e Militar, a vítima, que era passageiro do coletivo, reagiu e levou um tiro no peito. Marcílio Pereira da Silva Neto, 57 anos, não resistiu e morreu no local.

Veja mais detalhes:

Cadeirante morre baleado ao reagir a assalto em ônibus do DF
Vídeo: assassino de cadeirante desce de ônibus logo após o crime
Família diz que cadeirante morto em ônibus reagiu a outros roubos

Veja o vídeo de quando o assassino deixa o ônibus: 

Caso Noélia: Vendedora assassinada com tiro à queima-roupa

A vendedora Noélia Rodrigues de Oliveira, 38 anos foi encontrada morta em 18 de outubro de 2019. Policiais localizaram o corpo no Assentamento 26 de Setembro, em Vicente Pires. Segundo peritos do Instituto de Criminalística (IC) que analisaram o local onde o crime ocorreu, a vítima levou um tiro à queima-roupa no rosto. O suspeito de cometer o homicídio foi preso por policiais da 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires). Almir Evaristo Ribeiro era vizinho da vítima e mantinha um relacionamento com ela.

0

Confira mais informações:

Noélia tinha relacionamento com vizinho que a matou, diz delegada
Morta no DF, Noélia havia denunciado duas agressões domésticas
Noélia levou tiro à queima-roupa no rosto, aponta perícia da PCDF

Caso Cassimiro: Padre é assassinado durante assalto a igreja

Um assalto a uma igreja, na 702 Norte, terminou na morte de um sacerdote católico, na noite de 21 de setembro de 2019.  O padre Kazimerz Wojn foi estrangulado por bandidos, que reviraram a casa paroquial da igreja Nossa Senhora da Saúde e levaram diversos pertences. O cofre também foi revirado. A polícia conseguiu localizar e prender os envolvidos no crime.

0

Confira mais notícias sobre o caso:

Padre é assassinado durante assalto a igreja na Asa Norte
Segurança diz que fará todos esforços para prender assassinos de padre
Padre sofreu emboscada de quatro homens antes de ser morto, diz PCDF

Durante abordagem, Polícia Militar mata médico na Asa Sul

O médico endocrinologista Luiz Augusto Rodrigues, 45 anos, foi morto por um policial militar durante uma abordagem na madrugada 28 de novembro de 2019, na 314/315 Sul. A ocorrência ainda é investigada pela 1ª DP (Asa Sul) e Corregedoria da PMDF.

Os militares viram dois homens em atitude suspeita. Eles estavam em frente ao Teatro dos Bancários, perto de uma caminhonete. Os policiais deram voz de abordagem e, segundo os relatos da corporação, um dos homens sacou uma arma e apontou para os PMs. Um soldado reagiu e fez um disparo que acertou o médico. Ele foi afastado das ruas. A vítima estava desarmada. O homem que estava com o endocrinologista é um PM reformado e portava uma arma calibre .38.

0

Confira mais notícias sobre o caso:
Morte de médico: PCDF analisa imagens de câmeras de segurança
Polícia faz reconstituição da morte de médico baleado por PM
Soldado que atirou em médico na Asa Sul é afastado das ruas

 

Últimas notícias