Vídeo: corpo de mulher é encontrado após ataque em parada da Asa Sul

Imagens de câmeras de segurança mostram homem agarrando e arrastando a estudante de serviço social Pedrolina Silva, 50 anos

reprodução/PCDFreprodução/PCDF

atualizado 03/09/2019 18:49

Enquanto a cidade acompanha chocada os desdobramentos do caso do maníaco Marinésio Olinto, 41 anos, um novo crime mobiliza a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). Agentes da PCDF encontraram, na tarde desta terça-feira (03/09/2019), o corpo de uma mulher identificada como Pedrolina Silva, 50.

O cadáver estava em um matagal atrás do Centro Universitário (Unieuro), na L4 Sul. Segundo informações da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), que investiga o caso, a auxiliar de serviços gerais de uma farmácia em Taguatinga Norte saiu de casa no domingo (01/09/2019), no Paranoá Parque, e marcou de encontrar-se com uma amiga na parada de ônibus perto da universidade privada. Desde então, ela estava desaparecida.

Allane Moraes/Esp. Metrópoles

Após as investigações, policiais tiveram acesso a imagens de câmeras de segurança que mostram um homem, às 9h43, correndo e subindo um barranco rumo ao ponto de ônibus onde estava Pedrolina. Ele agarra e imobiliza a mulher. Ela ainda tenta resistir, mas é rendida. Na sequência, o suspeito a arrasta para um matagal.

Assista:

 

O corpo de Pedrolina foi encontrado de bruços apenas de calcinha e uma camiseta listrada manchada de sangue. Ainda não há confirmação se houve violência sexual.

Depoimento da amiga

A amiga que marcou de ir ao clube com Pedrolina contou, em depoimento à polícia, que chegou ao local do encontro por volta das 10h30 e ficou esperando até 10h40, quando, então, começou a ligar para ela. As duas primeiras tentativas chamaram até cair na caixa postal. Já na terceira constava que o celular da vítima estava desligado.

Na manhã desta terça-feira (03/09/2019), a cunhada de Pedronila procurou a 6ª DP para informar aos investigadores que havia conseguido rastrear o telefone dela. A localização indicava que o aparelho estava dentro do Lago Paranoá. De posse dessa informação, os agentes iniciaram as buscas na margem, onde localizaram a universitária sem vida e seminua.

Veja imagens do local onde o corpo de Pedronila:

 

Últimas notícias