Aumenta o som! Coreografia da professora Carol Bonifácio anima a criançada

Parceira da série Mexa-se em casa, a professora trouxe nesta sexta-feira (29/05) passos da música Lean On, de Major Lazer com DJ Snake e Mø

atualizado 29/05/2020 12:36

Carol Bonifácio@carolbonifacio21/Reprodução/Instagram

Os pais sabem que os filhos têm energia de sobra. Alguns chegam a dizer que os pequenos são “ligados no 220”. Sem poder sair de casa, ir à escola e brincar com os colegas, a bateria das crianças nunca esteve tão recarregada. Cheia de criatividade, a garotada quer extravasar e se divertir como pode. Uma maneira de gastar um pouco da disposição é dançando com a professora Carol Bonifácio.

As coreografias preparadas pela instrutora também entraram na lista de atividades dos pimpolhos. Colaboradora da série Mexa-se em casa, Carol trouxe nesta sexta-feira (29/05) os passos da música Lean On (apoiar-se, em tradução do inglês), de Major Lazer em parceria com DJ Snake e Mø.

Lançado em 2015, o hit marcou presença nas principais paradas musicais do mundo. Agora, promete embalar os momentos dançantes da criançada em casa. Aumente o som e se jogue na coreografia sob o comando da professora Carol Bonifácio.

Por conta da pandemia, os longos períodos passados em casa podem ser prejudiciais à saúde mental de pais e filhos, segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). A instituição publicou um documento em que sugere medidas práticas para que toda a família possa lidar com a situação.

Um dos conselhos é realizar atividades no quintal, varanda ou em locais mais arejados da casa ou apartamento. Outro ponto trata de definir um horário para brincadeira, tempo nas telas e atividade física.

As aulas de Carol são uma opção para os pequenos movimentarem o corpo (e a mente) durante a quarentena.

Segundo a instrutora, transtornos psicológicos têm maiores chances de surgir durante o isolamento e a inatividade. Devido ao estímulo, a dança ajuda a prevenir o aparecimento e sintomas de estresse, ansiedade e pânico.

“Crianças e adolescentes liberam uma série de hormônios durante as aulas. No primeiro momento, ficarão bastante agitados. Depois, passam ao estado de relaxamento, momento certo de pais ou responsáveis introduzirem atividades cognitivas de leitura, aprendizado ou conteúdos escolares”, sugere a educadora.

Últimas notícias