Metrópoles é finalista do 29º Prêmio Europa de Comunicação

A reportagem Bauhaus 100 anos: uma viagem pela escola de arquitetura concorre na categoria Melhor Matéria On-line

atualizado 03/09/2018 15:02

O Metrópoles é finalista do 29º Prêmio Europa de Comunicação. O trabalho Bauhaus 100 anos: uma viagem pela escola de arquitetura, escrito pela jornalista Juliana Contaifer, concorre na categoria Melhor Matéria On-line.

Em 2019, a Alemanha se organiza para comemorar o primeiro centenário do movimento. A reportagem, produzida por 12 profissionais, conta a história da escola que mudou paradigmas e espalhou seus ideais modernistas de funcionalidade e beleza descomplicada por todo o mundo.

Para ilustrar o editorial, a equipe fez curadoria de imagens, desenvolveu infográficos e criou gifs temáticos. Além disso, mostrou como Brasília, Tel Aviv e Chicago provam que a influência da escola reverbera até hoje. E ainda criou um mapa para organizar o calendário de celebrações com os festivais, as exposições e a inauguração do novo museu.

A cerimônia de premiação ocorrerá no Instituto Italiano de Cultura em São Paulo, no dia 25 de setembro de 2018. O Prêmio Europa de Comunicação é uma iniciativa da Comissão Europeia de Turismo na América Latina. A instituição internacional visa reconhecer a excelência do trabalho dos profissionais de comunicação no Brasil que difundem os destinos turísticos, a cultura e a imagem do “Velho Continente” para os brasileiros.

Outras conquistas
Em três anos de existência, o Metrópoles tem colecionado importantes prêmios nacionais, internacionais e locais. O portal ficou em segundo lugar do 17º Prêmio Massey Ferguson de Jornalismo na categoria Fotojornalismo. A imagem de um geraizeiro preparando comida registrada por Gilberto Alves faz parte da matéria especial O Levante dos Ribeirinhos.

O site também foi finalista do Prêmio NHR Brasil, com a matéria Hanseníase, um problema de 1800 ou 2018?. E ficou ainda entre as três melhores reportagens na categoria Impresso do Prêmio Anamatra de Direitos Humanos com reportagem Ossos do Ofício.

Por duas edições consecutivas, o site está entre os melhores veículos do mundo na avaliação da Society for News Design, organização internacional que apoia profissionais da imprensa. O Metrópoles teve cinco trabalhos vencedores do Melhor Design Digital de 2017, considerado o Oscar do jornalismo gráfico, ao lado de publicações internacionais de peso, como The New York Times, The Washington Post, Wall Street Journal, Financial Times e The Guardian.

Na categoria Single-subject Project, que avalia reportagens especiais, o portal recebeu quatro prêmios de excelência: Ossos do ofício: a rotina cruel dos trabalhadores de frigoríficos; Transbrasil – Um embarque para o crime nas rodovias brasileiras; Chegamos à quarta idade. E agora, estamos preparados? e As faces das chacinas no cárcere. Já na categoria Experimental Design, a Raptrospectiva 2017 faturou a honraria.

O site também é bicampeão (2016 e 2017) na categoria Internet do CNT de Jornalismo, com as reportagens Avisa quando chegar — O assédio que paralisa as mulheres e Transbrasil – Um embarque para o crime nas rodovias brasileiras.

 

Hugo Barreto/Metrópoles
Em 2017, o Metrópoles venceu o Prêmio Engenho de Comunicação de Melhor Cobertura de Brasília

 

Em 2017, foi vencedor do 2º Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros, com o especial A busca do brasileiro por uma aposentadoria digna, na categoria Webjornalismo. Assinado pelo repórter Pedro Alves, o material foi elaborado por uma equipe de 16 profissionais.

Em novembro do ano passado, ganhou o 1º Prêmio Policiais Federais de Jornalismo, com a cobertura da Operação Panatenaico. No mesmo mês, foi vitorioso no Prêmio ÑH também organizado pela Society for News Design, na categoria Publicação Digital, pelas reportagens Transbrasil – Um embarque para o crime nas rodovias brasileiras e Ossos do ofício: a rotina cruel dos trabalhadores de frigoríficos.

O Metrópoles ainda venceu a 14ª edição do Prêmio Engenho de Comunicação, na categoria Melhor Cobertura de Brasília. A reportagem Avisa quando chegar – O assédio que paralisa as mulheres, ainda, ficou em segundo lugar no Prêmio ANPTrilhos de Jornalismo, na categoria Mídia Digital.

Levou ainda o Prêmio Longevidade de Jornalismo Bradesco Seguros, na categoria Mídia Digital, com a reportagem Chegamos à quarta idade. E agora, estamos preparados?.

Em agosto, o especial Ossos do ofício: a rotina cruel dos trabalhadores de frigoríficos foi vencedor do Prêmio Ministério Público do Trabalho (MPT) de Jornalismo 2017, nas categorias Webjornalismo Nacional e Regional Centro-Oeste. Em 2016, o portal faturou o Prêmio Abracopel de Jornalismo com a reportagem Distrito Federal registra alta nos acidentes elétricos em 2016.

Sagrou-se ainda vencedor no concurso da Confederação Nacional da Indústria (CNI) de Jornalismo 2016, na categoria Destaque Regional Centro-Oeste. A reportagem selecionada pelos jurados foi O despertar do Centro-Oeste para a revolução industrial, que debate o desenvolvimento econômico da região. A matéria Feira dos Importados – A Máfia do Comércio de Rua foi finalista na mesma categoria.

O Metrópoles foi para a final no Prêmio Abear de Jornalismo. A reportagem selecionada, O céu é para todos, faz um diagnóstico dos avanços da aviação civil nos últimos anos e lista os principais desafios do momento atual desse setor.

Em dezembro de 2015, a reportagem especial Um deserto chamado Distrito Federal foi escolhida como a melhor cobertura na categoria Utilidade Pública para Internet do 2º Prêmio Corpo de Bombeiros de Comunicação. Foram avaliadas 867 matérias de veículos impressos, internet, rádio e tevê.

Últimas notícias