O Metrópoles é finalista do 17º Prêmio Massey Ferguson de Jornalismo

O portal concorre na categoria Fotojornalismo. A imagem registrada por Gilberto Alves faz parte do especial O Levante dos Ribeirinhos

Gilberto Alves/Especial para o MetrópolesGilberto Alves/Especial para o Metrópoles

atualizado 14/08/2018 13:27

O Metrópoles é finalista do 17º Prêmio Massey Ferguson de Jornalismo na categoria Fotojornalismo. A imagem de um geraizeiro preparando comida registrada por Gilberto Alves faz parte da matéria especial O Levante dos Ribeirinhos. A reportagem, elaborada por uma equipe de 16 profissionais, conta o histórico dos confrontos entre comunidades ribeirinhas e fazendas do agronegócio no oeste da Bahia.

Em duas viagens, realizadas em janeiro e abril de 2018, os jornalistas do portal percorreram durante 12 dias as cidades tradicionais do Vale do Arrojado. Famílias de posseiros instaladas na região desde o século 19 apontam a irrigação das grandes plantações, iniciada na década de 1980, como principal causa da redução na vazão de rios e da morte de córregos e nascentes.

 

O tradicional Prêmio Massey Ferguson de Jornalismo é concedido aos trabalhos dos profissionais que produzem conteúdos jornalísticos relacionados ao agronegócio. Composta por sete jurados, a Comissão Julgadora avaliou mais de 500 produções, inscritas por comunicadores do Brasil, Caribe e Américas do Sul e Central. Os vencedores serão revelados em cerimônia de premiação marcada para 29 de agosto, na sede da AGCO, em Canoas (RS).

Arquivo Pessoal
O fotógrafo Gilberto Alves fez as imagens da matéria especial O Levante dos Ribeirinhos

 

Outras conquistas
Em quase três anos de existência, o Metrópoles tem colecionado importantes prêmios nacionais, internacionais e locais. Por duas edições consecutivas, o portal está entre os melhores veículos do mundo na avaliação da Society for News Design (Sociedade do Design de Notícias, em tradução livre), organização internacional que apoia profissionais da imprensa.

O site teve cinco trabalhos vencedores do Melhor Design Digital de 2017, considerado o Oscar do jornalismo gráfico, ao lado de publicações internacionais de peso, como The New York Times, The Washington Post, Wall Street Journal, Financial Times e The Guardian.

Na categoria Single-subject Project, que avalia reportagens especiais, o portal recebeu quatro prêmios de excelência: Ossos do ofício: a rotina cruel dos trabalhadores de frigoríficosTransbrasil – Um embarque para o crime nas rodovias brasileiras; Chegamos à quarta idade. E agora, estamos preparados? e As faces das chacinas no cárcere. Já na categoria Experimental Design, a Raptrospectiva 2017 faturou a honraria.

Hugo Barreto/Metrópoles
Equipe de Arte e Design do Metrópoles foi premiada pela Society for News Design

 

O site também é bicampeão (2016 e 2017) na categoria Internet do CNT de Jornalismo, com as reportagens Avisa quando chegar — O assédio que paralisa as mulheres e Transbrasil – Um embarque para o crime nas rodovias brasileiras.

Em 2017, foi vencedor do 2º Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros, com o especial A busca do brasileiro por uma aposentadoria digna, na categoria Webjornalismo. Assinado pelo repórter Pedro Alves, o material foi elaborado por uma equipe de 16 profissionais.

Em novembro do ano passado, ganhou o 1º Prêmio Policiais Federais de Jornalismo, com a cobertura da Operação Panatenaico. No mesmo mês, foi vitorioso no Society for News Design, na categoria Publicação Digital, pelas reportagens Transbrasil – Um embarque para o crime nas rodovias brasileiras e Ossos do ofício: a rotina cruel dos trabalhadores de frigoríficos.

Hugo Barreto/Metrópoles
Em 2017, o Metrópoles venceu o Prêmio Engenho de Comunicação de Melhor Cobertura de Brasília

 

O Metrópoles ainda venceu a 14ª edição do Prêmio Engenho de Comunicação, na categoria Melhor Cobertura de Brasília. A reportagem Avisa quando chegar – O assédio que paralisa as mulheres, ainda, ficou em segundo lugar no Prêmio ANPTrilhos de Jornalismo, na categoria Mídia Digital.

Levou ainda o Prêmio Longevidade de Jornalismo Bradesco Seguros, na categoria Mídia Digital, com a reportagem Chegamos à quarta idade. E agora, estamos preparados?.

Em agosto, o especial Ossos do ofício: a rotina cruel dos trabalhadores de frigoríficos foi vencedor do Prêmio Ministério Público do Trabalho (MPT) de Jornalismo 2017, nas categorias Webjornalismo Nacional e Regional Centro-Oeste. Em 2016, o portal faturou o Prêmio Abracopel de Jornalismo com a reportagem Distrito Federal registra alta nos acidentes elétricos em 2016.

Sagrou-se ainda vencedor no concurso da Confederação Nacional da Indústria (CNI) de Jornalismo 2016, na categoria Destaque Regional Centro-Oeste. A reportagem selecionada pelos jurados foi O despertar do Centro-Oeste para a revolução industrial, que debate o desenvolvimento econômico da região. A matéria Feira dos Importados – A Máfia do Comércio de Rua foi finalista na mesma categoria.

O Metrópoles foi para a final no Prêmio Abear de Jornalismo. A reportagem selecionada, O céu é para todos, faz um diagnóstico dos avanços da aviação civil nos últimos anos e lista os principais desafios do momento atual desse setor.

Em dezembro de 2015, a reportagem especial Um deserto chamado Distrito Federal foi escolhida como a melhor cobertura na categoria Utilidade Pública para Internet do 2º Prêmio Corpo de Bombeiros de Comunicação. Foram avaliadas 867 matérias de veículos impressos, internet, rádio e tevê.

Últimas notícias