Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Descubra qual membro da realeza fez acusações racistas sobre Meghan

Escritora da realeza, Lady Colin Campbell revelou, em um vídeo, quem fez comentários racistas a respeito de Meghan Markle, esposa de Harry

atualizado 05/04/2021 12:23

Meghan MarkleSamir Hussein/WireImage/Getty Images

“Bombástica.” Foi assim que a mídia caracterizou a entrevista concedida, no início de março, por Harry e Meghan Markle à apresentadora Oprah Winfrey. Um dos assuntos mais marcantes do bate-papo foi o caso de racismo sofrido por Archie, filho do casal. Um integrante da realeza se mostrou preocupado com o “quão escura” seria a pele da criança. Embora os duques de Sussex tenham optado por manter a identidade da pessoa em segredo, uma escritora real revelou o nome do membro da Coroa: a princesa Anne.

Socialite e autora de oito livros sobre a realeza britânica, Georgia Ziadie é mais conhecida como Lady Colin Campbell. Em um vídeo publicado no YouTube, ela afirmou que a filha da rainha Elizabeth II, a princesa Anne, fez o comentário racista. “Eu já sei há algum tempo quem é”, disse a mente por trás dos títulos Meghan e Harry: A História no Lugar e A Diana Real. A escritora, entretanto, esclareceu que houve um mal-entendido em um vídeo publicado no YouTube.

Segundo Lady Colin Campbell, Anne não demonstrou receio sobre a cor da pele dos filhos dos duques de Sussex, mas se Meghan Markle seria uma boa opção para a família real. Ao abordar o assunto com os familiares, a filha da monarca bateu na tecla que a ex-atriz de Hollywood não estava de acordo com alguns protocolos reais e diferenças culturais.

Príncipe Harry, Meghan Markle e princesa Anne
Príncipe Harry, Meghan Markle e princesa Anne

“Nunca houve uma preocupação em relação à cor de Meghan. A princesa Anne estava, com razão, preocupada que, se o casamento continuasse e houvesse filhos, teria enormes problemas, não por causa da cor de Meghan, mas pela falta de habilidade dela em compreender as diferenças culturais e respeitar a instituição e família a qual viria a integrar”, disse Lady Colin Campbell no vídeo.

Ao fazer a confissão, a autora das publicações reais garantiu ter fontes “bem colocadas” que asseguraram que a “frase” surgiu da princesa Anne. No vídeo, Lady Colin Campbell ressaltou que a filha da rainha e do príncipe Phillip “não é racista”.

0
Monarquia

De acordo com a autora dos livros sobre a família real, o príncipe Harry falou detalhadamente a análise da tia à Meghan Markle, porém a ex-atriz transformou a avaliação em uma arma com base na cor. Dois dias após a entrevista dos duques de Sussex, o Palácio de Buckingham publicou um comunicado oficial atestando as questões levantadas, especialmente aquelas referentes à raça.

“Embora algumas memórias possam variar, elas são levadas muito a sério e serão tratadas pela família em particular”, destacou a chefe da monarquia, a rainha Elizabeth II, na nota. O texto divulgado dá a entender que a soberana ficou abalada ao tomar conhecimento das dificuldades enfrentadas pelo quando integravam a Coroa britânica. “A família inteira ficou triste ao saber como os últimos anos foram difíceis para Harry e Meghan”, acrescentou. Os duques de Sussex abdicaram dos cargos reais em janeiro de 2020.

Família real britânica
Meghan e Harry em evento da família real. Ao fundo, a princesa Anne
Princesa Anne
Princesa Anne tem 70 anos
Harry e Meghan Markle
Clique do noivado de Harry e Meghan

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias