“Gostaria de ter estado mais vezes ao lado de Cunha”, diz Bolsonaro

Afirmação do presidenciável foi dada durante entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, nesta segunda-feira (30/7)

ReproduçãoReprodução

atualizado 30/07/2018 23:03

Pré-candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL) não fugiu das polêmicas durante entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, nesta segunda-feira (30/7). O líder nas pesquisas disse que gostaria de ter ficado ao lado de Eduardo Cunha (MDB), ex-presidente da Câmara dos Deputados, em mais oportunidades. Cunha está preso desde outubro de 2016 devido às investigações das operações Sépsis e Lava Jato, da Polícia Federal (PF).

“Raras vezes estive ao lado do Eduardo Cunha. Gostaria de ter estado mais vezes ao lado dele por ter aprovado o projeto de voto impresso”, declarou o pré-candidato ao responder o colunista do O Globo, Bernardo Mello Franco,sobre alianças com investigados em operações da PF.

Antes mesmo de o programa ter início, pontualmente às 22h15, o assunto já estava entre os mais comentados na rede social Twitter, com dezenas de milhares de menções. A hashtag #BolsonaronoRodaViva levou milhares de usuários a debater prós e contras sobre o candidato.

Bolsonaro é o décimo pré-candidato a marcar presença no programa da TV Cultura. Marina Silva (Rede), Guilherme Boulos (PSol), João Amoêdo (Novo), Ciro Gomes (PDT), Alvaro Dias (Podemos), Henrique Meirelles (MDB), Manuela D’Ávila (PCdoB), Guilherme Afif Domingos (PSD) e Geraldo Alckmin (PSDB) foram os participantes.

A pré-candidatura do ex-paraquedista do Exército Brasileiro foi anunciada em 22 de julho durante a Convenção Nacional do PSL, no Rio de Janeiro. Até o momento ele não definiu um nome para o cargo de vice. A advogada Janaína Paschoal, o astronauta Marcos Pontes e Luiz Philippe de Orléans e Bragança, sobrinho de D. Luís Gastão de Orléans e Bragança, atual chefe da Casa Imperial do Brasil, o deputado federal Victório Galli (PSL-MT) e até um general da ativa que não teve o nome revelado foram cogitados.

Últimas notícias