Pelo quinto ano seguido, Metrópoles vence prêmio internacional de design

A reportagem Elas por Elas: os números por trás dos feminicídios em 2019 no DF recebeu o prêmio de excelência em três diferentes categorias

atualizado 04/03/2021 17:37

ilustrações do projeto elas por elasArte/Metrópoles

Pelo quinto ano consecutivo, o Metrópoles vence o prêmio The Best of Digital Design. Organizado pela Society of News Design, o concurso é o mais importante do mundo na área de jornalismo gráfico. O portal ganhou três prêmios de excelência.

Veículos internacionais de peso também foram reconhecidos pela instituição, como The New York Times, The Washington Post, National Geographic e ESPN. Além do Metrópoles, os veículos brasileiros que receberam prêmios de excelência foram a Globo (quatro), o Globoesporte.com (um) e a Agência Lupa, que recebeu uma medalha de bronze.

A reportagem Elas por Elas: os números por trás dos feminicídios em 2019 no DF recebeu o prêmio de excelência em três categorias: Inforgraphics: Gender, Identity & Social Issues; Story Page Design: Gender/Identity & Social Issues; e Product: Best Home page or Landing Page. Este ano, 21 jurados, de diversas nacionalidades, analisaram 1.764 inscrições durante reunião on-line.

Em 2019, o Metrópoles se desafiou a contar a história de todas as vítimas de feminicídio do Distrito Federal. Foram 365 dias monitorando os casos ocorridos em Brasília e em suas regiões administrativas. Publicamos perfis de 33 mulheres com níveis sociais completamente diferentes, mas conectadas por uma realidade em comum: foram vítimas do ciclo de violência atrelado à cultura machista.

A morte chegou para elas após dias ou décadas de ameaças. Esse padrão de comportamento fica ainda mais claro a partir do levantamento de histórias e dados feito pelas nossas 47 profissionais envolvidas no projeto. Para encerrar o Elas por Elas, apresentamos os números coletados durante um ano de apuração. Esse trabalho venceu o prêmio internacional de design.

Gui Prímola conduziu a equipe de arte; Stela Woo criou o design; e Stefanie Arcas e Yanka Romão ilustraram o material. Isabella Almada editou e captou os vídeos. Daniel Ferreira e Michael Melo selecionaram as fotografias registradas por Rafaela Felicciano e Jacqueline Lisboa. A equipe de tecnologia, composta por Allan Rabelo, Saulo Marques e André Marques, desenvolveu o especial.

Os textos foram apurados, registrados, editados e revisados por Lilian Tahan, Priscilla Borges, Maria Eugênia, Olívia Meireles, Érica Montenegro, Amanda Cieglinski, Ana Beatriz Magno, Ana Helena Paixão, Antonia Pellegrino, Basília Rodrigues, Bruna Sabarense, Carol Oliveira, Carol Pires, Carolina Nogueira, Carolina Vicentin, Clara Arreguy, Clara Averbuck e Conceição Freitas.

A lista inclui também Donas da Rima, Gabriela de Almeida, Isabella Cavalcante, Juliana Contaifer, Luísa Guimarães, Jak Spies, Maithe Marques, Maria Clarice Dias, Marina Oliveira, Nísia Bahia, Rafaela Lima, Roberta Gregoli, Raquel Martins Ribeiro, Regina Bandeira, Tânia Fusco, Tatiana Sabadini, Thaís Antonio, Thais Cieglinski, Denise Costa, Juliana Afioni, Mariana Reino e Viviane Novais.

Além da colaboração nas reportagens publicadas, as participantes do projeto estiveram em escolas, conversando com jovens sobre a violência contra a mulher e pintando muros com a ajuda de talentosas grafiteiras da cidade, a fim de registrar a importância de lutar por um futuro diferente para as meninas brasileiras.

O Elas por Elas também venceu o Prêmio Roche de Jornalismo em Saúde, organizado pela Fundação Gabo, instituição criada pelo escritor Gabriel García Marquez. O projeto, que concorria com 876 trabalhos produzidos por diversos veículos da América Latina, ganhou na categoria Cobertura Diária.

A série de reportagens levou ainda a medalha de bronze na seção Home Landing Page, do prêmio internacional Ñh 2019 – Lo Mejor del Diseño Periodístico. O projeto também venceu o 14° Troféu Mulher Imprensa na categoria Melhor Reportagem Especial ou Série com Temática sobre Violência contra Mulher. E, por fim, concorreu ao 42° Prêmio Vladimir Herzog, um dos mais prestigiados do país.

Histórico

Desde a sua inauguração, em 2015, o trabalho do Metrópoles é reconhecido pela Society of News Design. O portal ganhou duas medalhas de bronze na primeira edição que participou. Venceu na categoria Notícias Diárias: Cobertura Programada com a matéria Um impeachment em quadrinhos, sobre a derrocada da então presidente da República Dilma Rousseff (PT). No quesito Projeto, o especial Avisa quando chegar: o assédio que paralisa as mulheres faturou o prêmio.

No ano seguinte, na categoria Single-subject Project, que avalia reportagens especiais, o portal recebeu quatro prêmios de excelência: Ossos do ofício: a rotina cruel dos trabalhadores de frigoríficosTransbrasil – Um embarque para o crime nas rodovias brasileirasChegamos à quarta idade. E agora, estamos preparados?; e As faces das chacinas no cárcere. Já na categoria Experimental Design, a Retrospectiva 2017 faturou a honraria.

Em 2019, o Metrópoles ganhou duas medalhas de bronze. A primeira com o trabalho A tragédia de Mariana (MG) vista pela janela do trem, na categoria Story Page Design – News Features or Planned Coverage (Local Issues), e a segunda com a reportagem De Dilma e Temer a Bolsonaro: confira a sucessão presidencial em mangá, na sessão Special Events – Elections.

Ano passado, a reportagem 59 anos de muito som levou a medalha de bronze na categoria Format – Use of Audio in Digital Storytelling/Infographics/Social Media. O especial Reescravo: a história se repete no Brasil que ainda espera abolição ganhou o prêmio de excelência na seção Product Design – Best Landing Page. Por fim, A voz do presidente foi a matéria reconhecida entre os trabalhos de Information Graphics – National.

Sobre o Metrópoles

O Metrópoles é o veículo de comunicação brasileiro mais premiado de 2020. No ranking organizado pelo Jornalistas & Cia, o portal, que tem sede em Brasília, está na primeira posição, seguido da Rede Globo e da Folha de S. Paulo. É a primeira vez que uma publicação de fora do eixo Rio-São Paulo lidera a pesquisa.

Desde a inauguração, em setembro de 2015, o Metrópoles venceu 99 troféus e certificados; 22 são internacionais. A equipe já levou 15 medalhas no prêmio The Best of Digital Design, organizado pela Society of News Design, ganhou seis categorias do Prêmio Policiais Federais e conquistou cinco CNTs e cinco Ñhs.

Em 2020, o Metrópoles recebeu 21 premiações. Essas vitórias são resultado do esforço coletivo de 200 profissionais que compõem o site, a rádio e a editora.

Últimas notícias