Com foco em clientes de baixa renda, Caixa lança novo aplicativo

"Caixa Tem" permitirá operações de pequeno valor, com pagamentos máximos de R$ 250 e transferências de R$ 1 mil por dia

Bruna Aidar/MetrópolesBruna Aidar/Metrópoles

atualizado 30/10/2019 16:29

A Caixa Econômica Federal lançou, nesta quarta-feira (30/10/2019), o aplicativoCaixa Tem”, voltado para clientes de baixa renda e beneficiários de programas sociais. Segundo o vice-presidente do banco, Valter Nunes, o aplicativo permitirá operações de pequeno valor, com pagamentos máximos de R$ 250 e transferências de R$ 1 mil por dia; e consultas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e do Bolsa Familia.

Na prática, o novo aplicativo consome menos dados do pacote de internet do usuário e foi desenvolvido depois que a equipe técnica do banco identificou que clientes de baixa renda não utilizavam esses serviços – ou por questão de dados ou por utilizarem modelos de celulares mais simples.

“Essa é uma demonstração de avanço na tecnologia que vai reduzir custos. A partir do momento que podemos fornecer acesso simplificado via celular, essas pessoas não precisam ir nas agências”, ressaltou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães (foto em destaque).

Microcrédito
O acesso, pontuou, será possível mesmo que a pessoa não seja cliente do banco. “É muito importante dentro da nossa estratégia. Permite acesso à população de baixa renda e também atinge a questão de microcrédito. Nós acreditamos que ele só funciona de maneira eficiente quando temos tecnologia”, ressaltou Guimarães.

A ideia do aplicativo é criar uma interação facilitada para o cliente, com uma interface que lembra o WhatsApp e uso de chatbots (robôs que respondem perguntas no chat) e comandos por voz. Ele também permite recebimento por QR Code para clientes que trabalhem com varejo.

O aplicativo funciona no sistema Android e, para utilizá-lo, o usuário precisa inserir CPF e a senha que utiliza para realizar transações normalmente.

Últimas notícias