Desafio do TikTok promete queimar gordura em 15 dias: especialistas avaliam

Vídeo viralizou na rede social, mas não é indicado por profissionais de educação física, que recomendam outras medidas para perder peso

atualizado 17/09/2020 18:48

TikTok/Reprodução

Com mais de dois bilhões de downloads ao redor do mundo, o TikTok vem se consolidando como fábrica de desafios virais na internet. Um dos últimos vídeos a se destacar foi um método de emagrecimento proposto pela vietnamita Thanh Le. O resultado prometido é a queima de gordura na região, perceptível em até duas semanas com prática diária. No entanto, apesar do sucesso na web, especialistas afirmam que fazer só a atividade não é eficaz para perder peso.

O desafio consiste em realizar movimento pélvico repetidamente, com o objetivo de ativar o reto abdominal e, assim, reduzir a gordura. Nos vídeos, presentes no perfil de Thanh, nota-se que a atividade faz parte de uma aula e que ela orienta as alunas a inspirar o ar pelo nariz e expirar pela boca.

Os números de visualizações em diferentes plataformas evidencia a popularidade do método. No YouTube, compilados de 30 minutos dos minivídeos acumulam quase 2 milhões de visualizações. Porém, não há como saber se foi Thanh quem publicou. Em seu perfil no TikTok, ela soma 234 mil seguidores e mais de um milhão de curtidas, distribuídas nos vídeos com a técnica.

0
Funcionamento

De acordo com a profissional de educação física Paula Melo, o método não é suficiente para queimar gorduras e causar emagrecimento. Além disso, ela explica que são necessários mais do que as ações propostas no desafio, anteversão e retroversão do quadril, para caracterizar a prática de exercício físico. A diferença entre atividade e exercício está na sistematização dos movimentos.

“Para emagrecimento, em geral, se utiliza exercícios que trabalham grandes grupos musculares para haver maior gasto calórico durante e após a prática”, assegura Paula.

Sendo assim, não é garantido a queima de gordura em duas semanas para pessoas que imitam o desafio. Por outro lado, as alunas da vietnamita podem conquistar o objetivo, tendo em vista que a atividade faz parte de uma aula, conforme demonstram os vídeos.

@thanhle250918

muốn tập phải từ từ nha …ko đc vội mà lamg đi từ bước 1 ..kiên trì mới có vòng eo ko mỡ

♬ nhạc nền – CATUN – CATUN

Segundo o personal trainer Arthur Wilkersson Viana, também é preciso unir o exercício físico com estilo de vida saudável. “A redução de gordura não ocorre de maneira milagrosa. Temos que associar o treino a cuidados com a qualidade de vida e alimentação”, esclarece.

Apesar dos pontos negativos, Paula Melo afirma que para sedentários pode ser um bom começo. “Com a animação da música as pessoas acabam fazendo movimentos com os braços e pernas, fazendo com que haja um gasto calórico maior. Se a pessoa não faz nenhuma atividade física e passa boa parte do dia sentada, qualquer exercício que promova um gasto calórico aumentado vai gerar emagrecimento”, diz.

Outras alternativas

Segundo Paula, existem exercícios que trabalham a mobilidade do quadril e utilizam os mesmos movimentos propostos no vídeo. A diferença está na redução do vigor, que em excesso pode causar lesões.

“A anteversão do quadril, o encaixe do quadril mostrado no vídeo, realmente ativa a musculatura do reto abdominal, o músculo dos gominhos da barriga. O mesmo efeito acontece no abdominal tradicional”, diz.

Porém, ela reitera que, antes de tonificar o músculo, é preciso perder gordura, ação não relacionada com abdominais. “Gordura nessa região é gordura localizada e você não a perde fazendo exercício localizado. Se você quer ganhar uma barriga de tanquinho, precisa primeiro perder a gordura que recobre o músculo, caso contrário, mesmo que o músculo esteja tonificado, ele não vai aparecer”.

Ambos os especialistas alertam a importância de realizar exercícios físicos com a supervisão de profissional qualificado. “Cada corpo é um corpo é o profissional vai saber manipular as variáveis de treinamento para que o corpo seja sempre estimulado com segurança”, finaliza Paula.

Últimas notícias