metropoles.com

Conheça as bolsas mais famosas das grifes italianas

A Itália é referência no trabalho com o couro. Não à toa, as marcas do país possuem modelos do acessório que fazem sucesso no mundo inteiro

atualizado

Christian Vierig/Getty Images
Mulher branca e jovem mostra sua bolsa da Gucci. O modelo da bolsa se chama Dionysus. É uma bolsa bege de lona com um fecho prata, em formato de cobra, e alça de corrente, também prata. - Metrópoles

As bolsas são as peças mais populares e conhecidas das marcas do segmento de luxo. Na última semana, a Coluna Moda Fora dos Padrões listou os modelos mais famosos das grifes francesas. Agora, é a vez de destacar as criações das marcas italianas, país famoso pelo trabalho com couro

Vem conferir!

Giphy/Prime Video/Reprodução

É inegável o mercado gerado a partir das bolsas de luxo. Além desses itens serem hits de venda e girarem o caixa das grifes, servem de inspiração para o fast fashion. Marcas como Shein e Renner costumam reproduzir esses designs em versões mais acessíveis ao grande público. 

Apesar dos estilistas se esforçarem para lançar novos modelos, a cada estação, alguns se repetem e viram atemporais. Não à toa, são repaginados e ganham novos formatos, acabamentos e cores. 

Abaixo, a coluna apresenta cinco modelos clássicos das grifes italianas. Apesar da Itália ser conhecida pelo estilo ousado e arrojado, designs clássicos são valorizados no país que tem o couro como tradição. 

Foto das pernas de uma pessoa durante a Semana de Moda de Paris. A mulher, que parece ser branca e jovem, usa um conjunto de blazer e calça social, ambos na cor creme; uma sandália de salto amarelo; e uma bolsa chamada The Pouch da Bottega Veneta, também na cor creme. - Metrópoles
Apesar de recente, a bolsa The Pouch, da Bottega Veneta, virou um clássico do portfólio da marca italiana

 

Bolsa Baguette, da marca Fendi, um modelo pequeno e retangular com alça curta. A peça da foto é marrom com o monograma da etiqueta. - Metrópoles
A Fendi popularizou, com a Baguette, as bolsas de tamanho menor com alça curta. O modelo passou por um comeback na moda em 2021 e 2022

 

Mulher branca e jovem, de cabelo loiro e liso, posa para foto em um muro marrom. Ela usa uma blusa e uma calça, ambas na cor preta, um óculos escuro e uma bolsa de couro bege, da Prada, chamada Galleria. - Metrópoles
A Galleria, da Prada, é uma das bolsas com design mais atemporal. Não à toa, já foi copiada por outras marcas e empresas mais baratas de bolsas

The Pouch, da Bottega Veneta

O modelo clutch, que não tem alças, pode não ser o mais prático e ideal para o dia a dia. Mas esse pequeno detalhe não impediu a bolsa The Pouch, da grife Bottega Veneta, de fazer sucesso e virar a it-bag de 2019.

O inglês Daniel Lee foi responsável pela modernização da Bottega Veneta. Sua “gestão criativa” se destacou por misturar símbolos clássicos da grife italiana a designs atualizados. A bolsa The Pouch, por exemplo, fez muito sucesso na versão intrecciato, técnica de entrelaçamento de couro característica da grife. 

Mulher negra e jovem caminha pela rua. Ela usa uma calça preta folgada, um casaco amarelo, um sandália de salto marrom e uma bolsa, modelo The Pouch, da marca Bottega Veneta, na cor marrom. - Metrópoles
O design da The Pouch remete a um saco de pão enrolado. A Bottega Veneta lançou diferentes tamanhos, cores e materiais

 

Mulher branca e de meia idade, com cabelo liso castanho e longo, andando pelas ruas de Paris, na França. Ela usa uma camiseta branca, um conjunto de casaco e calça marrom com estampas coloridas, uma bolsa verde de couro, modelo The Pouch, da marca Bottega Veneta, e óculos escuros Rayban. - Metrópoles
O charme da bolsa The Pouch é justamente segurá-la como um objeto. Mas a marca também lançou algumas versões do modelo com alças de corrente e de couro

 

Mulher branca andando pela rua. Na imagem é possível ver apenas a região do seu tronco e pernas, ou seja, a cabeça não aparece. Ela usa um top branco, uma camisa branca de botão aberta por cima, um shorts verde escuro e a bolsa The Pouch, da marca Bottega Veneta, em couro preto. - Metrópoles
A versão mais tradicional da The Pouch, porém, é a com couro entrelaçado. A técnica é um diferencial da marca italiana

Devotion, da Dolce & Gabbana

A mistura de elementos sacros com flores, plantas e frutas resume o universo estético maximalista da etiqueta fundada por Domenico Dolce e Stefano Gabbana. A bolsa Devotion, que tem como marco o coração vermelho com arabescos dourados na parte da frente, é uma prova disso.

Segundo a dupla criativa, a bolsa é “uma declaração de amor selada pelo antigo sagrado coração, que se torna um precioso acessório de desejo”. A Devotion conquistou as brasileiras e a marca chegou a lançar, inclusive, modelos exclusivos da peça aqui no país

Bolsa Devotion da grife Dolce & Gabbana. A peça é feita em couro vermelho e possui um fecho dourado em formato de coração. - Metrópoles
A Dolce & Gabbana faz referência a elementos sacros em várias coleções. O coração da bolsa Devotion lembra obras de arte sobre o coração de Cristo

 

Mulher branca e jovem, com cabelo curto ondulado, posa para foto durante a Semana de Moda de Paris. Ela usa um vestido rosa de mangas longas, uma tiara com um laço grande, da mesma cor do vestido, e uma bolsa da marca Dolce & Gabbana. A peça se chama Devotion e é de couro rosa claro. - Metrópoles
O coração, que é quase uma obra de arte, é o protagonista da bolsa Devotion. Ele virou ainda broche e joias da marca

 

Bolsa Devotion da grife Dolce & Gabbana. A peça é feita em couro dourado e possui um fecho, também dourado, em formato de coração. - Metrópoles
O charme da bolsa é, de fato, o fecho. O coração virou ponto alto de outras bolsas da Dolce & Gabbana, dando início a uma linha chamada Devotion

Baguette, da Fendi

É impossível falar de bolsas de sucesso e não citar a Baguette, considerada a primeira it-bag da história. O modelo lançado em 1997, por Silvia Venturi Fendi, herdeira da empresa, foi o primeiro a ter uma lista de espera no mercado de luxo, tamanho o sucesso.

Com uma alça curta que fazia o corpo da bolsa ficar debaixo do braço, remetia ao pão baguete carregado pelos franceses. Conquistou a atriz Sarah Jessica Parker e virou hit após aparecer nos looks da Carrie Bradshaw, personagem da atriz em Sex and the City.

Mulher negra e jovem andando pela rua. Ela usa um vestido longo e jeans, um salto escuro e uma bolsa Baguette da marca Fendi. A peça é feita de paetês nas cores laranja, rosa e amarelo. - Metrópoles
A edição de paetês é uma das mais raras da Baguette, da Fendi. A bolsa foi criada em 1997

 

Mulher branca e jovem, de cabelo liso castanho, andando pela rua. Ela usa uma camisa de botão branca, uma calça cinza folgada, um tênis da Nike e uma jaqueta preta estilo esportivo. Segura uma bolsa bege modelo Baguette da marca Fendi. - Metrópoles
Hit na virada dos anos 1990 para os 2000, a Baguette da Fendi voltou na esteira da tendência Y2K. A bolsa com a alça curta ficou associada com o começo do milênio

 

Homem jovem e branco, de cabelo ruivo liso, posa para foto nas ruas de Paris, na França. Ele usa uma camisa listrada de botão, calça preta, jaqueta puffer azul, bota de couro preta e uma bolsa Baguette verde limão da marca Fendi. - Metrópoles
Os looks de Carrie Bradshaw em Sex And The City foram essenciais para popularizar a it-bag

Dionysus, da Gucci

O modelo Dionysus é um marco histórico da linha de acessórios da Gucci. Isso porque foi a primeira bolsa criada por Alessandro Michele para a marca, ainda em 2015. O estilista deixou o comando criativo da casa em 2022, encerrando uma trajetória de hits e sucesso.

O nome escolhido tem um porquê: a ideia era criar uma bolsa com estética “grega chique”. A versão clássica da peça aparece no monograma, com um detalhe em camurça, e com um fecho metálico em formato de cobra.

Mulher branca andando pela rua. Ela usa um vestido vermelho e uma bolsa de couro da marca Balenciaga. Segura, em uma das mãos, uma bolsa marrom de couro chmada Dionysus da marca Gucci. - Metrópoles
A versão tradicional da bolsa é em um tom de bege/cinza e com o mograma da Gucci. Bordados e aplicações aparecem de acordo com os temas das coleções semestrais

 

Mulher branca e jovem, de cabelo loiro liso, andando pela rua. Ela usa uma regata verde, calça jeans preta, um casaco xadrez branco e azul e uma bolsa Dionysus marrom, de camurça, da Gucci. - Metrópoles
Com apenas oito anos de existência, a bolsa Dionysus virou um clássico da Gucci. O fecho de cobra é um charme por si só

 

Mulher branca e jovem, de cabelo loiro liso, mexe no celular. Ela usa uma camiseta branca, uma calça jeans, uma jaqueta branca e azul estilo colegial, óculos escuros e a bolsa modelo Dionysus da Gucci. - Metrópoles
A Dionysus é um clássico da Gucci. A bolsa já ganhou diferentes tamanhos, acabamentos e couros

Galleria, da Prada

Dona de grande portfólio de bolsas, a Prada possui diversos modelos icônicos, como a de ombro Re-Nylon e a Cahier. Mas uma específica, que foi criada em 2007, conquistou o status de atemporal: a Galleria.

A peça ganhou esse nome como uma homenagem à sede histórica da Prada em Milão, a Galleria Vittorio Emanuele II. É ideal para o dia a dia, já que cabe muitos itens, e recebe um design sóbrio e elegante. Inclusive, é a porta de entrada de muitas pessoas para o universo das bolsas de luxo.

Mulher branca andando pela rua e segurando uma bolsa vermelha de couro, modelo Galleria, da marca Prada. Ela usa um look tudo vermelho: sapatos de salto, meia calça e casaco. - Metrópoles
A Galleria é uma bolsa que não sai de linha na Prada. Entra estação, sai estação, o modelo segue no portfólio como uma opção clássica

 

Mulher branca e jovem, de cabelo liso preto, andando pela rua e posando para foto. Ela usa um top faixa sem alça preto, uma saia rodada branca, sapatos mocassim preto e uma bolsa de couro chamada Galleria. Todas as peças são da grife Prada. - Metrópoles
Com modelo retangular, a bolsa possui um design clássico e atemporal. É um ótimo acessório para quem tem um trabalho formal

 

Mulher branca e jovem, de cabelo liso loiro, andando pela rua de Paris, na França. Ela usa um casaco listrado branco e lilás, um colete bege, uma touca branca, uma calça preta de couro e uma bolsa bege, do modelo Galleria, da marca Prada. - Metrópoles
Apesar desse caráter mais clássico, a Prada já criou versões mais divertidas da Galleria. A bolsa ganhou versões mini e com aplicações e bordados

Apesar das bolsas de grife não serem itens acessíveis a todos, é interessante saber a história e a força de seus designs. Saber qual estética sobrevive a modismos e tendências pode te ajudar a comprar itens duradouros e atemporais.






Quais assuntos você deseja receber?