Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

A revelação de Cavendish sobre o anel de propina para Sergio Cabral

Pedido de propina feito por Sérgio Cabral a Fernando Cavendish é contado em detalhes no terceiro volume de “Trapaça”, de Lula Costa Pinto

atualizado 27/06/2022 22:12

Sergio Cabral e Fernando Cavendish no episódio que ficou conhecido como a farra dos guardanaposReprodução

O empreiteiro Fernando Cavendish contou em detalhes como o então governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, levou o empresário a comprar um anel de mais de R$ 800 mil como propina. A joia foi entregue como presente para Adriana Ancelmo, ex-primeira-dama do Rio.

O episódio, já conhecido, mas agora é narrado com detalhes inéditos no terceiro volume de “Trapaça. Volume 3: FHC, Epílogo – Lula – Dilma, até a véspera do golpe: Saga política no universo paralelo brasileiro”, escrito pelo jornalista Lula Costa Pinto e que será lançado nas próximas semanas.

Na conversa que Lula reproduz em seu livro, Cavendish contou ao jornalista que havia pedido para o governador interceder a favor da Delta no consórcio do Maracanã, visto que a Odebrecht e a Andrade Gutierrez não deixavam a empreiteira participar das obras.

Segundo o relato, Cabral disse que atenderia o pedido de Cavendish, mas chantageou o empresário durante a visita a uma joalheria na Place Vendôme, em Paris.

“Fiquei mais de três horas na joalheria conversando com a minha secretária, conversando com a American Express, aumentando o limite do meu cartão”, relatou Cavendish ao jornalista.

O livro sai pela editora Geração Editorial em julho.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna