Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Previna doenças de forma simples e econômica com Rhonda Patrick

A cientista americana revela suas descobertas mais impressionantes e ensina a cultivar brotos de brócolis, alimento anticancerígeno

atualizado 26/02/2021 13:01

Rhonda Patrick@foundmyfitness/instagram/reprodução

Seria possível conquistarmos a fórmula definitiva do bem-estar? Enquanto isso não ocorre, Rhonda Patrick, cientista americana nascida em 1983, desenvolve sua metodologia em prol da longevidade e da saúde ideal. Ela é um dos nomes mais importantes quando o assunto é nutrição, ou até mesmo envelhecimento e prevenção de doenças.

Rhonda fez sua pesquisa de graduação no Hospital St. Jude Children’s Research, onde analisou a ligação entre metabolismo mitocondrial, apoptose e câncer. Em sua pós-graduação no Children’s Hospital Oakland Research Institute, ela investigou os efeitos da inadequação de micronutrientes (vitaminas e minerais) no metabolismo, inflamação, danos ao DNA e envelhecimento, e se a suplementação pode reverter os danos. Além disso, Rhonda também estudou a fundo o papel da vitamina D no cérebro, no comportamento e em outras funções fisiológicas. Em 2014, ela publicou um artigo sobre como a vitamina D regula a síntese de serotonina e sua relação com o autismo.

A bioquímica americana também fez pesquisas sobre envelhecimento no Salk Institute for Biological Sciences. Ela observou o papel que a sinalização da insulina desempenha no dobramento incorreto de proteínas, o que é muito encontrado em doenças neurodegenerativas.

0

Aplaudida por traduzir as complexas ideias técnicas da ciência em vídeos, podcasts e artigos acessíveis, Rhonda Patrick bate na tecla de questões como a importância dos nutrientes para evitar o envelhecimento, os benefícios dos exercícios físicos, do jejum, do uso da sauna, da exposição ao frio e da meditação. A maneira como explica suas teses pretende alcançar mais e mais pessoas para conscientizar sobre prevenção e melhoria de vida. Ela é apresentadora do podcast Found My Fitness.

Rhonda Patrick
Rhonda Patrick gravando podcast
Dieta: o que a especialista defende?

1 – Alimentação com tempo restrito

A cientista planeja suas refeições em uma janela de alimentação de 10 horas, de modo que ela jejue 14 horas por dia. A ideia segue a mesma linha do jejum intermitente, apesar de o primeiro termo ser usado no Instituto Salk, do qual a bioquímica extraiu sua pesquisa.

Para Rhonda, esse tipo de rotina alimentar traz enormes benefícios à saúde dos animais (no caso, camundongos), o que a faz dedicar-se ainda mais para saber se os resultados também se aplicam aos humanos.

horário refeição
Jejum

Rhonda Patrick considera que a janela de 10 horas para comer tem início no momento em que o indivíduo coloca qualquer coisa em seu corpo que não seja água.

2 – Dê adeus ao açúcar e aos grãos refinados

A biohacker nos ensina a parar de consumir grãos e carboidratos simples, como pão, arroz, macarrão, biscoitos, batata frita, entre outros. De acordo com a expert, a ingestão regular de açúcar refinado (que está presente nesses alimentos) pode levar a uma infinidade de consequências negativas para a saúde, como ganho de peso, diabetes tipo 2, aterosclerose e envelhecimento acelerado.

açúcar
Dê adeus ao açúcar!

3 – Smoothies ricos em micronutrientes

Defensora da dieta rica em micronutrientes, Rhonda aposta nos vegetais crus. Seu segredo são os smoothies, que facilitam na hora de consumir esses alimentos pois não requerem habilidades culinárias (basta bater no liquidificador).

Segundo a cientista, grande parte dos micronutrientes essenciais (vitaminas e minerais) só conseguem ser sintetizados pelo corpo por meio desses alimentos. Ela também aposta nos probióticos, fibras vegetais não digeríveis fornecedoras de “combustível” para as “bactérias boas” viverem e crescerem. Já se sabe que manter essas bactérias intestinais saudáveis ​​é primordial para uma boa saúde.

0

Aprenda a fazer as receitas de smoothies favoritos de Rhonda Patrick:

Smoothie 1:
Espinafre, aipo, salsa, pepino, 1 limão pequeno e gengibre fresco a gosto

Smoothie 2:
Couve, beterraba, alho, gengibre, pimentão, cenoura e limão

4 – Sulforafano

Uma das prioridades de Rhonda é consumir sulforafano regularmente. Ele é um composto derivado de hortaliças brássicas que possui propriedades anticancerígenas. O sulforafano é um dos antioxidantes mais poderosos pois, além de impedir a ação dos radicais livres (que envelhecem as células), ajuda a proteger o sistema circulatório. Outros benefícios são a ação detox e a de queima de calorias, ideal para quem precisa perder peso.

Vegetais como brócolis, couve, couve-flor, repolho, agrião e rúcula são excelentes fontes de sulforafano. Rhonda, por sua vez, cultiva brotos de brócolis (adicionando-os em seu smoothie), duas a três vezes na semana, para se abastecer do “composto milagroso”.

Aqui, na coluna, já falamos a respeito de Max Lugavere, jornalista científico e autor de dois best-sellers que ensinam a conquistar um cérebro genial por meio da alimentação.

É ele quem mostra, a seguir, como cultivar brotos de brócolis:

Para plantar, use um frasco de vidro de boca larga, uma tampa que brota ou um pequeno pedaço de rede que funcionará como coador, sementes de brócolis e água da torneira. Coloque duas colheres de sopa de sementes em uma jarra e encha de uma forma que elas fiquem submersas na água. Cubra o frasco com a tampa de germinação. Deixe em um armário escuro durante a noite. Escorra a água de imersão e encha com água fresca e fria. Drene o conteúdo duas vezes por dia durante três dias. Ao final, se alimente dele ou coloque-o em saladas. O importante é ingeri-lo cru.

0

5 – Nutrigenômica

Para decidir sua dieta ideal, Rhonda Patrick analisa detalhadamente seu DNA, isso porque certas mutações significam que algumas pessoas precisam de suplementação ou reduzir a gordura saturada. Esse estudo tem o intuito de ajustar a rotina alimentar ao que a genética está adaptada.

6 – Vitamina D

Outro composto destacado pela bioquímica americana é a vitamina D e seus níveis no organismo. Com a chegada da pandemia de coronavírus, ela enfatizou ainda mais sua importância no que diz respeito à ligação entre os baixos níveis de vitamina D e o aumento da gravidade da doença. Rhonda fez uma análise de 25 ensaios clínicos e descobriu que “a suplementação de vitamina D era segura e protegia contra infecção aguda do trato respiratório”.

Sauna, banho de gelo, meditação e atividades físicas

Já que fechamos o capítulo da alimentação, podemos aprender, agora, o que Rhonda Patrick recomenda como atividades. A primeira delas é a sauna. Após experimentar seu uso, na pós-graduação, como uma forma de melhorar o humor e diminuir a ansiedade, decidiu pesquisar mais sobre a prática depois de perceber que os benefícios iam além. Para ela, usar a sauna melhora a saúde cardiovascular e a cognição, reduz a mortalidade e é uma forma de desintoxicação.

Outra atividade que ganhou a atenção da especialista é a crioterapia, técnica na qual baixas temperaturas são aplicadas em regiões locais ou gerais do corpo. Ela acredita no procedimento para diminuir a inflamação e aumentar o metabolismo e a função imunológica.

O “banho de gelo” também é uma prática muito difundida por Wim Hof, outra personalidade que ganhou espaço na coluna Claudia Meireles. O holandês que conquistou 20 recordes após enfrentar o frio extremo. Clique aqui para saber como encarar o frio.

Rhonda Patrick com Wim Hof, o homem de gelo
Rhonda Patrick com Wim Hof, o homem de gelo

Rhonda salienta que meditar é outra ferramenta poderosa, pois é capaz de reduzir o estresse – algo que, por sua vez, impacta na digestão, no sistema imunológico e no envelhecimento. O estado de calma e relaxamento, segundo ela, também melhora a consciência sobre as decisões e promove empatia e compaixão. Clique aqui e aumente sua performance na meditação com Emily Fletcher.

Rhonda Patrick
Rhonda Patrick fazendo meditação

Os exercícios físicos também entram para a tese de Rhonda Patrick. De acordo com a cientista, treinamentos de alta intensidade, resistência e flexibilidade são necessários para evitar o envelhecimento muscular.

Rhonda Patrick
Aqui, a especialista fazendo atividades físicas

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias