O que é preciso para iniciar (e manter) a rotina de exercícios?

É muito comum o iniciante querer passar horas treinando como uma forma de compensar o "tempo perdido"

Getty Images

atualizado 27/02/2020 7:38

Iniciar a prática de exercícios físicos é um grande desafio. Matricular-se em uma academia é uma missão que exige força de vontade. Normalmente, as pessoas se sentem constrangidas, ficam perdidas em meio a tantas máquinas.

Muitas sequer sabem o nome dos exercícios, quem dirá como fazê-los corretamente.

Está neste grupo? Tenho algumas notícias boas para você.

Os iniciantes devem levar dois pontos em consideração:

1ª) Evitar um grande volume de treino e atividades que gerem impacto. Sem força e resistência muscular, as articulações de uma pessoa destreinada serão sobrecarregadas em excesso, podendo gerar alguma inflamação na articulação.

2º) Se o instrutor jogar você em cima de uma esteira para fazer “30 minutinhos” de aeróbio no primeiro dia, aproveite para correr dele. Você precisa, primeiro, fortalecer e construir músculos, independentemente se busca emagrecimento ou ganho de massa muscular.

É muito comum o iniciante querer passar horas treinando como uma forma de compensar o “tempo perdido”. Tenha calma. Não é possível melhorar um corpo que não se exercitou por anos em apenas alguns meses.

O que dá resultados não é o tempo que você passa treinando, mas a intensidade com que treina. Primeiramente, o iniciante deve priorizar seu aprendizado motor. Em outras palavras, aprender movimentos básicos.

A boa-nova é que quanto mais destreinado você for, mais resultados vai perceber nas primeiras semanas (desde que tenha um treino adequado, é claro).

Uma dica fundamental: seja assíduo. Quem vai um mês e volta somente no ano seguinte nunca irá melhorar. Vai estar sempre ruim e não vai perceber progresso.

As primeiras semanas realmente serão as mais difíceis, afinal, é mais fácil ficar parado do que movimentar os músculos. Porém, não espere mais um ano passar para tomar a decisão de cuidar da sua saúde.

Faça um compromisso com você mesmo e busque ajuda de um profissional qualificado para te orientar. Inicie com “doses” certas para conseguir sustentar por muito tempo.

Últimas notícias