Rolou na 2ª: Mandetta vence queda de braço com Bolsonaro e fica

Ministério da Saúde atualiza os números da pandemia do coronavírus no Brasil: são 12.056 casos confirmados e 553 ótibos

atualizado 06/04/2020 21:13

Rolou nesta segunda-feira (06/04): o ministrro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que passou o dia equilibrando-se no cai não cai, ganhou a queda de braço travada com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), com quem tem se desentendido por conta da condução da crise do coronavírus, e permanece frente à pasta.

Depois de deixar uma reunião com o presidente – que ainda contou com outros ministros -, Mandetta afirmou, em entrevista coletiva no prédio do ministério, que segue no cargo. “Vamos continuar. O nosso inimigo tem nome e sobrenome: Covid-19. Médico não abandona paciente”, comunicou.

Mandetta, que chegou a ter as gavetas esvaziadas por seus assessores, cobrou um clima de paz para poder desempenhar suas funções. “Estamos à disposição da sociedade brasileira para trabalhar”, ressaltou.

Leia mais:

Últimas notícias