“Brasil dá o mau exemplo no combate à Covid-19”, avalia Gilmar Mendes

"A boa gestão das políticas de saúde é um elemento chave em todos os países que conseguiram bons resultados", disse o ministro do STF

atualizado 09/08/2020 15:28

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes avaliou neste domingo (9/8), em uma rede social, que o Brasil está mostrando o mau exemplo no combate à pandemia do novo coronavírus.

“A boa gestão das políticas de saúde é um elemento chave em todos os países que conseguiram bons resultados. Estamos dando o mau exemplo”, escreveu o ministro da Suprema Corte.

“Cumpramos as recomendações técnicas da OMS [Organização Mundial da Saúde], ouçamos os médicos. A ignorância nesse momento está longe de ser uma virtude”, prosseguiu Gilmar Mendes. Leia:

O Ministério da Saúde registrou nesse sábado (8/8) a marca de 100 mil mortes causadas pela Covid-19 no país. Já o número de casos confirmados da doença é superior a 3 milhões, diz a pasta.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem sido acusado – pela oposição e ainda por especialistas – de ser o principal culpado pelo número crescente de mortes.

Desde o início da pandemia, o Ministério da Saúde perdeu dois chefes, os médicos Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich, por descordarem de Bolsonaro ao seguirem recomendações da OMS.

Outra cobrança que cai em cima do presidente é sobre uma suposta falta de sensibilidade para com as vítimas de Covid-19. Neste sábado, ele se calou sobre as 100 mil mortes. Por outro lado, o STF e o Congresso Nacional decretaram luto oficial. O governo federal, via Secretaria de Comunicação, comemorou o número de curados.

0

 

 

Últimas notícias