Arthur Lira minimiza troca na presidência da Petrobras

O Presidente da Câmara afirmou no Twitter que as polêmicas sobre cargos não tiram o brilho da conquista da autonomia do BC

atualizado 20/02/2021 13:20

Arthur Lira, presidente da CâmaraFábio Vieira/Metrópoles

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), minimizou a importância da troca na presidência da Petrobras feita pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O deputado federal elogiou o governo no Twitter pela aprovação da autonomia do Banco Central (BC) e, em seguida, disse: “As polêmicas administrativas sobre provimento de cargos, por mais relevantes, não sombreiam nem tiram o brilho dessa grande conquista para o país”.

No texto, Lira escreveu ainda que “nunca na história deste país”, um Poder Executivo abriu mão de tamanho poder como a criação de um banco central independente. “Essa sim é uma sinalização econômica com impacto profundo e permanente na economia no curto, médio e longo prazos”, afirmou Lira.

A mudança foi votada na quarta-feira (10/2), pela Câmara dos Deputados. De acordo com o BC, a medida promoverá credibilidade internacional e, por consequência, facilitará a obtenção de inflação mais baixa.

A lei aprovada define a estabilidade de preços como objetivo fundamental do banco, que deve “suavizar as flutuações do nível de atividade econômica e fomentar o pleno emprego”, segundo o BC. Na estrutura organizacional, o presidente da República manterá o poder de escolher toda a diretoria da autarquia ao longo de seu mandato.

Últimas notícias