Câmara de Goiânia aprova pedido para compra de vacinas contra a Covid

Com a votação, a prefeitura foi autorizada a adquirir os imunizantes através de um consórcio de municípios sem a intermediação da União

atualizado 23/03/2021 18:01

Plenário da Câmara de GoiâniaDivulgação/Câmara de Goiânia

Goiânia – A Prefeitura de Goiânia foi autorizada nesta terça-feira (23/3) a comprar vacinas contra a Covid-19. Em sessão presencial, a Câmara de Vereadores da capital goiana aprovou, com 31 votos favoráveis e nenhum contrário, o projeto que libera o município a integrar consórcio nacional de municípios para negociar os imunizantes.

Com isso, a cidade poderá buscar vacinas, junto ao consórcio, sem a intermediação do Governo Federal. Segundo o Executivo municipal, serão destinados R$ 55 milhões do Fundo Municipal de Saúde para a compra das vacinas.

O projeto nº 42/2021 do Paço Municipal foi apresentado, incluído na pauta e aprovado em definitivo em uma única sessão. Em decorrência da pandemia do coronavírus, os interstícios entre as votações puderam ser suspensos. A sessão foi interrompida duas vezes para análise do projeto pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e pela Comissão de Saúde e Assistência Social.

Na ocasião, também foi aprovada uma emenda do vereador Marlon (Cidadania), para que a aquisição ocorra preferencialmente por meio do Consórcio Nordeste, que reúne municípios da região.

Restrita

A sessão desta terça ocorreu de forma presencial, porém, restrita aos parlamentares e funcionários essenciais. De acordo com o presidente da Casa, Romário Policarpo (Patriota), a orientação é a de que as vacinas adquiridas com recursos do município sejam aplicadas em Goiânia.

Já o presidente da Comissão de Saúde, vereador Mauro Rubem (PT), reconheceu que o Consórcio aberto por gestores do Nordeste foi eficiente para a compra das vacinas, enquanto o Plano Nacional de Imunização (PNI), liderado pelo Governo Federal, está “defasado”, com atraso na vacinação em massa.

Durante o plenário, o parlamentar Santana Gomes (PRTB) solicitou o retorno das sessões presenciais. “Estávamos com saudade. Temos que trabalhar. Estamos tomando cuidados e usando máscara”, disse ele. No entanto, Policarpo respondeu que a área médica da Casa ainda não recomenda o retorno.

 

0
Duodécimo

Na semana passada, a Câmara Municipal de Goiânia destinou R$ 5 milhões do orçamento para a Prefeitura, para a compra de vacinas contra a Covid-19. O repasse foi feito, de maneira simbólica, pelo presidente da Casa, Romário Policarpo (Patriota), ao prefeito da capital, Rogério Cruz (Republicanos).

Segundo a Câmara de Vereadores, o repasse é resultado da economia de recursos do duodécimo, participação constitucional do Legislativo no orçamento do município. Os R$ 5 milhões equivalem a 25% das receitas da Câmara de Goiânia em janeiro e fevereiro deste ano.

“A vacina é a solução definitiva para a Covid-19. Ninguém aguenta mais comércio e atividades econômicas fechadas”, afirma Policarpo.

Suspensão de atividades

As atividades legislativas presenciais na Câmara Municipal de Goiânia estão suspensas desde 24/2, devido a uma sequência de mortes de familiares de vereadores por Covid-19 e do agravamento dos casos da doença na capital goiana.

O local passou por desinfecção e segue sem atendimentos presenciais nos gabinetes. O setor administrativo da Casa funciona com expediente reduzido e regime de revezamento de trabalho (um terço do quadro de pessoal). Segundo a Mesa Diretora, o quantitativo de pessoal e o horário de atividades são suficientes para que o Legislativo mantenha a rotina mínima de funcionamento.

Imunização

Nesta terça-feira (23/3), a Prefeitura de Goiânia ampliou a faixa de vacinação contra Covid-19 para a população a partir de 71 anos. O fato ocorreu pela chegada de vacinas ao município. Ao todos, são mais 43,6 mil doses.

A organização dos grupos a partir de 71 anos para aplicação da primeira dose não seguirá ordem alfabética em Goiânia. Para atender a esse público, que é mais numeroso, as equipes nos nove locais de vacinação serão reforçadas e o horário estendido, indo das 8h da manhã às 18h.

Uma outra alteração é que o ponto de imunização da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUCGO), na Área I, no Setor Universitário, que passará a atender também pedestres. Anteriormente, só atendia na modalidade drive-thru.

Aqueles que forem tomar a primeira dose devem dirigir-se aos postos munidos de cópias dos documentos pessoais (RG e CPF) e comprovante de endereço. Já as pessoas que receberem o reforço precisam, além destes documentos acima, levar também o comprovante (cartão) de vacinação da primeira dose.

Confira locais

Modalidade pedestre:

Região Central: Pontifícia Universidade Católica de Goiás – Área I (também atende drive thru)
R. 235, 722 – Setor Leste Universitário, Goiânia – GO

Região Leste: Escola Municipal Bárbara de Sousa Morais
Endereço: Av. Uruguaiana – Jardim Novo Mundo, Goiânia – GO

Região Sudoeste: Escola Municipal Francisco Matias
Endereço: R. Carlos Gomes – Parque Anhanguera, Goiânia – GO

Região Oeste: Escola Municipal Lions Club Bandeirante.
Endereço: Praça da Bandeira, 200, Quadra 30, Bairro Goiá, Goiânia-GO

Região Noroeste: Escola Municipal Coronel José Viana
Endereço: Rua CM7 – St. Cândida de Morais, Goiânia – GO

Região Sul: Escola Rotary Goiânia Oeste
Endereço: Rua C-118, n. 389, Qd. 238, Lt.19, Jardim América, Goiânia – GO

Região Norte: Escola Municipal Pedro Costa de Medeiros
Endereço: R. Caiapônia, 240 – Jardim Guanabara I, Goiânia

Região Campinas-Centro: Escola Municipal Santa Helena
Endereço: Av. Curitiba, 400 – Vila Paraíso, Goiânia

Modalidade drive-thru:

Drive Thru Pontifícia Universidade Católica de Goiás – Área I (também atenderá pedestres)
R. 235, 722 – Setor Leste Universitário, Goiânia – GO

Drive Thru Shopping Passeio das Águas
Av. Perimetral Norte, 8303 – Fazenda Caveiras, Goiânia. Acesso exclusivo pela entrada da Av. Perimetral

Drive Thru Shopping do Cerrado
Av. Anhanguera, nº 10790 – Setor Aeroviário, Goiânia – GO.

Últimas notícias