Caiado quer investir R$ 60 milhões na compra de vacinas para Goiás

Projeto de autorização da compra será enviado ao Legislativo nesta tarde. O Estado recebe mais 53,5 mil doses da Oxford-AstraZeneca

atualizado 24/02/2021 15:19

Ronaldo CaiadoVinícius Schmidt/Metrópoles

Goiânia  – O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), anunciou nesta quarta-feira (24/2), em evento na região metropolitana da capital, que enviará projeto à Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) que autoriza o investimento por parte do Estado de R$ 60 milhões na compra de vacinas contra a Covid-19. Provavelmente, segundo ele, será da vacina Oxford/AstraZeneca, devido ao contato “quase que diário” que o governo mantém com representantes do laboratório.

O anúncio vem um dia depois da data anunciada por ele, na semana passada, como a previsão de chegada de 160 mil novas doses em Goiás, que seriam enviadas pelo Ministério da Saúde, o que não ocorreu. Na verdade, chegou um número menor do que o esperado: 53,5 mil doses, quantidade divulgada nessa terça-feira (23/2) pelo governo federal, referente à quinta etapa de distribuição de vacinas.

Até esta manhã, Caiado estava sem a confirmação da data de envio dessa nova remessa. Ele disse ter entrado em contato com o ministério para saber sobre o envio das 160 mil doses que ele aguardava:

“Falei com o ministro (Eduardo Pazuello) e o responsável pela parte de logística do Ministério da Saúde, mas infelizmente não veio ontem. Falaram que cada laboratório ficou de entregar, houve um atraso. São situações que, infelizmente, estamos enfrentando no dia a dia e que temos que buscar maior celeridade, maior capacidade de imunização da população”, declarou o governador, durante coletiva, antes da confirmação da chegada de mais vacinas.

Remessas

As 53,5 mil doses que chegaram nesta quarta-feira são da vacina Oxford/AstraZeneca e Goiás deve receber, ainda, dentro dessa quinta etapa de distribuição, 28,8 mil doses da CoronaVac. A previsão é que estas doses cheguem ainda nesta quarta (24/2). A remessa anterior de vacinas para o Estado chegou no dia 7 de fevereiro, em um lote com 77,8 mil doses, já distribuídas entre os municípios e utilizadas na imunização de idosos.

Se os deputados goianos aprovarem o pedido de autorização para que o Estado compre vacinas, o cálculo feito pelo governo estima que cada dose do laboratório AstraZeneca sairá por cerca de R$ 60, ou seja, com o investimento de R$ 60 milhões, espera-se a aquisição de 1 milhão de doses. “Essa é a expectativa para entrarmos fortemente no mercado para adquirirmos o produto”, afirma.

0
Autorização

O Supremo Tribunal Federal (STF) aprovou nessa terça-feira (23/2) que estados e municípios podem comprar e fornecer vacinas contra a Covid-19 à população, em caso de descumprimento do Plano Nacional de Vacinação (PNI) pelo governo federal ou de insuficiência de doses para imunizar a população.

Até essa terça-feira, 187.456 pessoas de Goiás receberam a primeira dose da vacina e 27.110 já foram imunizadas com a segunda dose. Ao todo, Goiás recebeu 356.180 doses de vacinas, sendo 290.680 da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantã e 65.500 da AstraZeneca.

Últimas notícias