Blog com notícias, comentários, charges e enquetes sobre o que acontece na política brasileira. Por Ricardo Noblat e equipe

18 anos Blog do Noblat

Um caixão a ser carregado pelo menos até próximo ao cemitério

A não ser que haja um milagre e o defunto ressuscite

atualizado 16/08/2022 10:40

A terceira via transformou-se num estorvo para a mídia brasileira. No início, era tal a vontade que ela fosse em frente e sempre para o alto que agora, que ela não foi nem embicou, fica difícil ignorá-la.

A pesquisa do Ipec, de resto como as demais, indica que a terceira nunca passou de um exercício de ficção eleitoral bancado pela Faria Lima, avenida que abriga as maiores fortunas do país.

Ciro Gomes (PDT) está onde sempre esteve: com seus 6 a 8 pontinhos de intenção de voto. E continua um cavaleiro solitária, de vez que nenhum outro partido o apoia.

Saiu de cena João Doria (PSDB), rejeitado por seu partido, entrou Simone Tebet (MDB-PSDB-CIDADANIA). Simone ainda não conseguiu atrair os votos de Doria: empacou nos 2%.

Ela e Ciro dizem que o jogo muda a partir do dia 26 quando começa a propaganda eleitoral no rádio e na televisão. Ela, pelo menos, contará com 2 minutos à tarde e à noite. Ciro, 50 segundos.

Por compromissos assumidos com os candidatos dos seus partidos a isso e aquilo, os dois irão até o fim. O que não se sabe é se os seus parcos eleitores os acompanharão.

Últimas do Blog