Shots detox, como os de Gabriela Pugliesi, previnem da Covid-19?

Influenciadora é uma das adeptas desse tipo de proposta. Entenda se eles são eficazes

Copo de suco verdeiStock

atualizado 24/03/2020 17:45

Acordar cedo e tomar um shot com suco de limão, glutamina, própolis, gengibre e cúrcuma pode soar estranho a algumas pessoas, mas é algo normal na rotina de influenciadoras fitness, como Gabriela Pugliesi, uma das brasileiras diagnosticadas com o novo coronavírus.

Mesmo durante o isolamento social imposto pela pandemia de Covid-19, a baiana radicada em São Paulo continuou usufruindo da mistura com função supostamente detox, que ela toma para purificar o organismo e melhorar a imunidade.

Nas redes sociais, há diversos perfis que fazem o mesmo, e defendem a combinação como uma forma de prevenção à enfermidade que causou um colapso mundial.

View this post on Instagram

Os shots são estratégias nutricionais muito utilizadas para começar o dia super bem👊🏻💪🏻, pois são repletos de nutrientes, responsáveis por melhorar a saúde, o bem-estar, a disposição, a imunidade, o funcionamento intestinal, além de dar bastante energia e fazer você se sentir bem melhor. 🍃👏🏻🙏🏻 . E que tal essas duas opções de shots que separamos pra vocês? 💚Shot Imunidade X Shot Energia!🧡 . Querem mais opções de shots? Fiquem ligados que amanhã postamos mais! . . 🔸Mel e própolis👉🏻 @meldositio 🐝 . . #shot #shots #shotimunidade #shotenergia #imunidade #saúde #estratégianutricional #meldosítio #própolis #mel #shotssaudaveis #levementenacozinha #lizgalvaonutri #chefpriulucena

A post shared by 🥄 Leve'mente Na Cozinha (@levemente.nacozinha) on

Entre os profissionais da área, porém, a eficácia desse tipo de proposta não é uma unanimidade.

“Existem vários nutrientes e compostos bioativos de nutrientes (CBA) que possuem capacidade de influenciar beneficamente no sistema imunológico. Mas, o fato deles influenciarem não quer dizer que melhoram se utilizados em formato de suplementação ou ‘shots’. O que temos descrito na literatura é que a ausência desses nutrientes ou CBA impedem o bom funcionamento do sistema imune, apenas isso”, elucida a nutricionista Priscilla Ceci Lages.

Segundo ela, quem mantém uma dieta saudável, preferindo alimentos in natura e evitando os processados, não precisa de shots para imunidade.

“Picaretagem”

A especialista classifica como “picaretagem” qualquer proposta desse tipo.

“Certamente essas pessoas já possuem seu sistema imunológico funcionando perfeitamente. Uma boa alimentação aliada à boa qualidade do sono e exercícios físicos é a única e melhor maneira de manter o organismo funcionando em sua melhor forma”, explica a professora de nutrição do Centro Universitário IESB.

O conselho, então, para manter o sistema imunológico funcionando adequadamente é simples: aliar uma dieta equilibrada a práticas de atividades e, também, ser cuidadoso com as noites de sono.

Últimas notícias