O que é melhor para emagrecer, jejum intermitente ou restrição calórica?

Estudo recente deu respostas esclarecedoras sobre essa questão

atualizado 20/01/2021 12:35

comida disposta em prato como um relógioGetty Images

O jejum intermitente (JI) é um dos protocolos alimentares que mais geram dúvidas, sobretudo por se tratar de uma estratégia alimentar que pode ser usada para diversos fins. O emagrecimento, em geral, não deixa de ser o objetivo principal.

Ele se caracteriza como uma intervenção nutricional que diminui a frequência alimentar, gerando, assim, um saldo calórico negativo ao final do dia (ao menos é o que se espera).

Apesar de muitas pesquisas acadêmicas apontarem possíveis benefícios dessa prática na saúde humana, um estudo recente chamou atenção por comparar o jejum intermitente com uma simples restrição calórica (RC). Os achados foram surpreendentes.

Publicado na Brazilian Journal of Health, ele revelou que não existe vantagem desse tipo de jejum em relação à restrição calórica, no que diz respeito a perda de peso total e de gordura corporal.

Outra conclusão importante: ambos melhoraram, de maneiras semelhantes, os níveis de biomarcadores de autofagia modulada, que tem papel importante na prevenção de doenças crônico-degenerativas no tecido muscular esquelético, fígado, coração, rim, sistema nervoso e pâncreas.

Fora isso, não houve diferença significativa de JI para RC quanto à perda de peso, composição corporal, circunferência abdominal, sensibilidade à insulina e glicemia em jejum.

Considerando todas essas informações de marcadores avaliados, é possível concluir que as estratégias de jejum intermitente e restrição calórica promovam benefícios semelhantes à saúde dos indivíduos.

Uma excelente notícia para aqueles que não conseguem se adaptar em passar horas fazendo privação alimentar. Em síntese, as evidências indicam que os benefícios do JI ocorrem, justamente, pela restrição calórica que ele promove.

(*) Thaiz Brito é nutricionista pós-graduanda em Nutrição Esportiva Clínica

Últimas notícias