Entenda por que príncipe Philip teria preferido um funeral reservado

O sepultamento do duque de Edimburgo acontecerá neste sábado (17/4), em meio às rígidas diretrizes impostas pela pandemia de Covid-19

atualizado 15/04/2021 16:10

Príncipe Philip em fundo brancoGetty Images

Pequeno e discreto, como desejado. Assim deverá ser o funeral do príncipe Philip, que acontece neste sábado (17/4), na capela de São Jorge, no Castelo de Windsor, no Reino Unido.

Segundo informações dadas por Ailsa Anderson, ex-porta-voz da família real, o companheiro da rainha Elizabeth II, em vida, teria demonstrado preferência por uma cerimônia mais intimista, sem muitas pompas, apesar de ter direito a isso. “Ironicamente, é provavelmente como ele teria gostado. Sem confusão, sem problemas”, afirmou a ex-assessora à revista People.

Sem a esposa Meghan – grávida do segundo filho do casal –, o príncipe Harry chegou ao Reino Unido no domingo (11/4), e se prepara para juntar-se à família no velório do avô.

Respeitando os desejos pessoais do duque e as restrições impostas pela pandemia de Covid-19, a cerimônia deverá ocorrer sem acesso público, cercada apenas pela família e amigos próximos. Por volta das 14h40 no Reino Unido (10h40, horário de Brasília), o caixão de Philip será movido em uma pequena procissão cerimonial da entrada do castelo até a capela. O funeral começará com um minuto de silêncio. Ainda segundo a imprensa britânica, o duque será enterrado nos Jardins de Frogmore, também em Windsor.

0

De acordo com a assessoria da família real, apesar de ser um momento de tristeza e luto para a família real e o resto do mundo, espera-se que os próximos dias sejam uma oportunidade para celebrar a vida notável do duque de Edimburgo, pautada em um legado duradouro de contribuição e serviço à rainha e à comunidade britânica.

Últimas notícias