Dia do Sexo: 10 plantas e alimentos para aumentar a libido

Confira uma lista de ingredientes naturais para potencializar seu desejo sexual e comemorar a data em grande estilo com a parceria

atualizado 06/09/2021 17:07

Dieta sexoFoto: Shutterstock

O conceito de vida saudável se caracteriza por um completo bem-estar físico, mental e emocional — e o sexo faz parte desse pacote. Além de ser uma importante fonte de prazer individual e conexão com o parceiro, as relações sexuais contribuem para melhorar o humor, aliviar o estresse e as dores, ajudam na saúde cardiovascular e contribuem até para quem quer perder peso e exibir uma pele viçosa.

Nesta segunda-feira (6/9), data em que é comemorado o Dia do Sexo, confira uma seleção de espécies naturais e alimentos para recuperar a libido e elevar os benefícios do seu momento de prazer à décima potência.

0
De olho na dieta

De acordo com a nutricionista Thais Souza, especialista da BioMundo, a composição do cardápio também influencia no apetite sexual. Investir em alimentos que contribuem para a circulação sanguínea e para a produção e regularização hormonal são uma ótima escolha para quem quer “apimentar” a hora H.

“Vale salientar a importância de manter uma rotina alimentar equilibrada e a prática regular de atividades físicas, o que afeta positivamente o desejo sexual”, comenta a profissional.

Confira a lista de alimentos para incrementar o prazer, seja sozinho ou bem acompanhado.

  • Chá-verde com gengibre

O gengibre é uma raiz anticoagulante, que estimula a circulação sanguínea, favorecendo a produção hormonal, além do aumento na temperatura corpórea. O chá-verde, por sua vez, tem propriedades anti-inflamatórias e, junto ao gengibre, pode fazer milagres pelo desejo sexual.

  • Cacau em pó

O consumo de chocolate, preferencialmente sem a adição de açúcar, está relacionado à melhora no humor, aumenta os níveis de serotonina, relaxa os vasos sanguíneos e aumenta o fluxo sanguíneo. A combinação é perfeita para turbinar sua performance debaixo dos lençóis.

  • Amendoim

Uma ótima fonte de energia, o amendoim ao natural é fonte de gorduras e tem vitamina E, que auxiliam na produção de hormônios sexuais. Para os homens, além de aumentar o interesse sexual, o alimento também estimula a produção do esperma.

  • Aveia

A aveia é um grande coringa da boa alimentação. Ela tem inúmeros benefícios, como controle de açúcar no sangue, melhora na digestão e no controle da pressão arterial. Além disso, equilibra os níveis hormonais, ajudando no aumento do desempenho sexual.

Poder das ervas

Mais que uma boa alimentação, as plantas medicinais podem dar uma “mãozinha” para incrementar a libido. As mulheres, inclusive, tendem a sentir mais a falta do apetite sexual. Especialmente a partir dos 30 anos, existe uma tendência do organismo feminino em ter um declínio gradual do hormônio testosterona, responsável pelo desejo.

Para recuperar a perda, os extratos de plantas são incríveis (e seguros) modeladores de testosterona, de acordo com a farmacêutica Aiessa Balest, consultora da Farmacotécnica. A Tribullus terrestres, por exemplo, é uma planta medicinal consagrada para essa finalidade.

“Estudos comprovam que quando administrada em homens saudáveis de 28 a 45 anos, ocorre um aumento de 41% dos níveis de testosterona. Além da elevação do hormônio, há um aumento da libido, frequência e força das ereções e recuperação da atividade sexual”, exemplifica a especialista.

Em mulheres, os compostos naturais também diminuem os sintomas da frigidez sexual, aumentam o desejo e reduzem os sintomas da menopausa. Se você foi convencido, tome nota de seis plantas medicinais que podem aumentar o apetite sexual naturalmente:

  • Maca peruana: a erva é considerada um afrodisíaco por aumentar consideravelmente os níveis de testosterona;
  • Mucuna Pruriens: conhecido milenarmente por aumentar a função sexual e a libido, ela promove fertilidade por aumentar os níveis de contagem de esperma e testosterona masculinos, além de regular os ciclos de ovulação nas mulheres;
  • Feno grego, originário de países asiáticos, tem sido utilizado por séculos como alternativa para o tratamento da andropausa, menopausa, redução do peso e pela capacidade de aumentar o desempenho físico e sexual;
  • Long Jack: promove a melhora da virilidade e reduz o tempo de hesitação para o ato sexual, além de ser responsável por melhorar a qualidade do sêmen e aumentar os níveis séricos de testosterona;
  • Cistanche: o tubérculo que concentra os maiores teores de Echinacosídeos (ECH) na natureza, tem sido utilizado para tratamento de falta de libido feminina e impotência sexual masculina, por ser considerado um adaptógeno hormonal. Ele modula os hormônios, aumenta a quantidade e motilidade de espermatozóides, a força e resistência nos exercícios físicos e melhora a memorização e cognição.

Quer ficar por dentro das novidades de astrologia, moda, beleza, bem-estar e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesastrologia.

Últimas notícias