HUB amplia perfil de voluntários para testes da vacina da Covid-19 no DF

Hospital está recrutando pessoas com mais de 60 anos para participar do ensaio clínico, assim como aquelas que já tiveram a doença

atualizado 21/10/2020 12:50

Os profissionais de saúde do Distrito Federal com mais de 60 anos e também aqueles que já tiveram a Covid-19 – com ou sem sintomas –podem se inscrever para participar do estudo de fase 3 da vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech.

A ampliação no perfil de voluntários para os ensaios clínicos da Coronavac foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Até então, só poderiam participar pessoas com até 59 anos e sem contato prévio com o vírus. A pesquisa prevê a participação de 852 voluntários no DF.

De acordo com o Hospital Universitário de Brasília (HUB/UnB), onde são realizados os testes desde 5 de agosto, 700 profissionais de saúde já receberam doses do imunizante. O estudo nacional da Coronavac é coordenado pelo Instituto Butantan e conduzido pela Universidade de Brasília (UnB) no DF.

“Conforme dados divulgados recentemente pelo Instituto Butantan, a análise preliminar do estudo demonstrou resultados promissores em relação à segurança da vacina”, afirma o coordenador da pesquisa no DF, o professor Gustavo Romero.

Os interessados devem fazer o pré-cadastro na plataforma on-line do Butantan e preencher um formulário de triagem e avaliação do perfil do candidato.

Critérios de seleção
Para participar, o voluntário deve ter mais de 18 anos; ser profissional de saúde que trabalhe atendendo pessoas com Covid-19; ter registro no conselho profissional regional; não apresentar doença crônica; não participar de outro ensaio clínico; e, se for mulher, não estar gestante.

O voluntário também precisa se comprometer a comparecer ao HUB periodicamente pelos próximos 12 meses para o acompanhamento de sua saúde.

0

 

 

Últimas notícias