Grãos de quinoa

Comer quinoa diariamente pode evitar diabetes tipo 2, sugere pesquisa

Estudo realizado na Universidade Aberta da Catalunha, na Espanha, aponta que grão impede grandes picos de açúcar no sangue

atualizado 05/08/2022 14:17

Grãos de quinoaGetty Images

A diabetes é uma doença que causa o aumento dos níveis do açúcar no sangue. Silenciosa e perigosa, pode causar consequências graves aos pacientes como infarto e AVC, além de outros problemas ligados à má circulação. A condição é causada principalmente pela alimentação desequilibrada, rica em açúcar e sódio, e outros componentes associados ao sedentarismo.

Pesquisadores da Universidade Aberta da Catalunha, em Barcelona, apontaram que um alimento cada vez mais popular entre os brasileiros pode ajudar a controlar a insulina e evitar a progressão da doença: a quinoa.

A pesquisa realizada na instituição espanhola observou nove pessoas de mais de 65 anos com pré-diabetes, quadro que alerta para uma possível progressão da doença. No processo, os pacientes incluíram a quinoa por oito semanas em suas dietas. Nas três refeições que faziam por dia, a planta substituía componentes como batatas, arroz ou legumes, e também foi inserida na dieta através de uma farinha que foi usada em massas, bolos e pães.

O estudo, publicado na revista científica Nutrients, aponta que os participantes tinham picos mais baixos de glicose após realizarem a dieta, comparando com a alimentação regular. Foram analisados os resultados obtidos em quatro semanas de dietas normais e quatro semanas com a alimentação baseada em quinoa.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Os pesquisadores acreditam que o grão pode retardar o desenvolvimento da diabetes. A pesquisadora Diana Diaz Rizzolo, da Universidade Aberta da Catalunha, explicou a importância dos resultados.

“Comparamos os padrões de açúcar no sangue e descobrimos que quando os participantes comeram quinoa, o pico de açúcar no sangue foi menor do que com a dieta habitual. Isso é crucial, porque esses picos pós-refeição são um fator determinante na progressão da diabetes tipo 2″, afirmou.

A suspeita é que os polifenóis presentes no grão sejam os principais causadores desses aumentos mais amenos. O micronutriente também diminui a absorção de glicose no intestino e estimula o pâncreas a produzir insulina, revertendo assim o quadro principal da diabetes tipo 2.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias