Pré-diabetes: o que é, diagnóstico e como tratar

A pré-diabetes é um estágio anterior a diabetes e, se diagnosticada no momento certo, pode ser revertida

atualizado 18/05/2021 18:53

Shutterstock / SoonThorn Wongsaita

A pré-diabetes é uma situação que antecede a diabetes e serve de alerta para evitar a progressão da doença. A pessoa descobre a condição a partir de um simples exame de sangue, no qual os níveis de glicose são observados quando em jejum.

É considerado estado de pré-diabetes quando a glicemia em jejum está entre 100 e 125 mg/dl e diabetes quando o valor é superior a 125 mg/dl. O valor considerado normal da glicose em jejum é de até 99 mg/dl. Assim, quando a pessoa apresenta glicemia em jejum superior a 100 mg/dl é importante que seja monitorada regularmente pelo médico para verificar se os níveis se regularizam ou se há o desenvolvimento da diabetes.

Sintomas da pré-diabetes
A pré-diabetes não tem qualquer sintoma e dura de 3 a 5 anos. Se durante este período, a pessoa não se cuidar é muito provável que desenvolva diabetes, uma doença que não tem cura e que necessita de controle diário. O acompanhamento regular da saúde pode garantir que o diagnóstico seja feito em tempo hábil para interromper a progressão da condição para a diabetes.

Como tratar a pré-diabetes e evitar a diabetes
Para tratar a pré-diabetes deve-se controlar a alimentação, diminuindo a ingestão de gorduras, açúcar e sal, e aumentando o consumo de alimentos ricos em fibras e proteínas como arroz integral, vegetais de folhas escuras e feijão, por exemplo, pois ajudam a combater o excesso de açúcar no sangue.

Além da alimentação, é importante praticar atividades físicas de forma regular, pois assim o açúcar que se encontra em excesso no sangue vira fonte de energia para a realização de exercícios, ajudando na prevenção da diabetes.

É importante também que a glicose no sangue seja medida regularmente, pois assim é possível verificar se os níveis de açúcar no sangue estão dentro do esperado e se a pré-diabetes está controlada, além de ser também possível avaliar o risco de desenvolvimento de diabetes e a necessidade de iniciar o tratamento com medicamentos.

A pré-diabetes tem cura?
As pessoas que seguem todas as orientações médicas e adequam a alimentação e a prática de atividades físicas podem normalizar sua glicemia sanguínea, evitando a progressão para a diabetes. Mas após atingir esse objetivo é importante manter esse novo estilo de vida saudável para que a glicemia não volte a subir.

Veja as melhores dietas para a saúde indicadas pelos especialistas reunidos pela revista U.S. News & World Report:

0

Mais lidas
Últimas notícias