Na Itália, idosa de 104 anos está 100% recuperada do coronavírus

Ada Zanusso recuperou-se da Covid-19, mesmo fazendo parte do grupo de risco, e é a pessoa mais velha a ficar curada da doença

atualizado 06/04/2020 20:28

Idosa de 104 anos recuperada do coronavírus ao lado de sua médicaReprodução

Em meio a tanto caos, pessoas perdendo suas vidas, muitas em estado grave e mais um bocado preocupado com a pandemia do coronavírus, uma senhora de 104 anos é uma luz de esperança no fim do túnel. A italiana Ada Zanusso recuperou-se da Covid-19, mesmo fazendo parte do grupo de risco, e é a pessoa mais velha a ficar curada da doença.

Ada começou a sentir os sintomas no dia 17 de março, quando teve febre, vômitos e sentiu dificuldade para respirar. Ela foi internada no mesmo dia e começou o tratamento com a ajuda de aparelhos.

Mesmo livre do vírus, a guerreira segue em observação no hospital e, de acordo com O Dia, profissionais do local disseram que ela vem melhorando aos poucos.

Carla Furno Marchese é uma das médicas que acompanham Ada e ela explica a atual situação dela: “Ela não está deixada na cama, está de pé e é capaz de caminhar até sua cadeira. Não perdeu sua lucidez e inteligência”, disse Carla ao The Sun, jornal da Inglaterra.

Ada Zanusso mora em um lar para idosos em Biella, na região norte da Itália, a mais afetada pelo coronavírus. De todos os contaminados na cidade, ela foi a única que venceu a Covid-19.