Covid-19: “Senti vida ir embora”, diz empresário internado em UTI

Alexandre Fernandes, de 44 anos, chegou a se despedir da esposa e das duas filhas quando achou que não escaparia da morte

atualizado 06/04/2020 19:42

O empresário Alexandre Fernandes, de 44 anos, foi um dos integrantes da comitiva que acompanhou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no último 7 de março, em viagem aos Estados Unidos. Na ocasião, 30 pessoas pegaram o coronavírus, mas o caso de Alexandre foi bem mais grave, tendo até se despedido da família quando ficou internado na UTI.

No jantar de Bolsonaro com Donald Trump, o catarinense sentou-se ao lado do chefe da Secretaria de Comunicação (Secom), Fabio Wajngarten, que foi o primeiro do grupo a divulgar que fora infectado pelo coronavírus.

Na semana seguinte à viagem, Wajngarten sentiu os sintomas, foi levado ao hospital e acabou internado. Quase duas semana depois, Alexandre estava por um fio e despediu-se da esposa e as duas filhas pequenas.

Entubado, Alexandre foi salvo por uma manobra do seu médico, que decidiu mudar o tratamento e utilizar um esteroide para reverter a inflamação nos pulmões dele. Depois disso, a recuperação foi rápida e hoje ele está 100% curado, de acordo com o portal Gaúcha Zero Hora.

Agora, ele está com familiares em Joinville, em Santa Catarina, mas no fim de semana vai para os Estados Unidos encontrar a esposa e as filhas.

O empresário comentou que o caso dele é prova de que qualquer um pode sofrer as complicações do novo coronavírus. Ele se diz empolgado para que a técnica que o ajudou a se recuperar seja utilizada para salvar outros pacientes. Inclusive já se reuniu com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Últimas notícias