Ibovespa já tem queda de 42% em 2020; dólar fecha em R$ 5,19

Dia teve circuit breaker na Bolsa. Desempenho é apenas levemente melhor do registrado em 2008, quando eclodiu a última megacrise financeira

atualizado 18/03/2020 18:04

A B3, bolsa de valores brasileira, medida pelo Ibovespa, fechou, nesta quarta-feira (18/03), com queda de 10,34%, em pregão marcado por novo circuit breaker. O dólar, por sua vez, experimentou nova forte alta, de 3,94%, terminando a sessão a R$ 5,199. Desde a criação do Plano Real, é novo recorde nominal da moeda, que já acumula alta de 16,03% no mês.

Com isso, o desempenho da bolsa no ano chega perto do ocorrido em 2008, quando foi deflagrada a última crise financeira mundial. O Ibovespa já registra queda de 42% neste ano, apenas levemente melhor do que o de 12 anos atrás, quando o índice caiu 41,22%.

Na B3, nesta quarta-feira, foi acionado pela sexta vez no mês o chamado circuit breaker, que suspende as operações por meia hora, depois de registrar queda superior a 10%. Nem a interrupção fez o desempenho melhorar. A coletiva do presidente Jair Bolsonaro e dos ministros apresentando novas medidas de estímulo à economia e proteção à sociedade até fez a queda da bolsa recuar um pouco, após chegar perto do terceiro circuit breaker (quando a queda no índice atinge 15%), mas o tombo continuou grande.

Tentando evitar a alta do dólar, o Banco Central (BC) agiu, fazendo três leilões da moeda. Os números refletem a preocupação dos mercados com a pandemia do novo coronavírus, que já atinge mais de 200 mil pessoas a nível global.

Durante todo o dia, a moeda americana oscilou, perdendo valor no início da manhã, mas voltando a subir no fim da tarde.

Últimas notícias