Coronavírus: agentes de mercado pedem fechamento das Bolsas

A medida seria uma forma de evitar novas perdas, como as registradas nas últimas semanas. No Brasil, houve mais de seis "circuit breakers"

atualizado 17/03/2020 10:31

Michael Melo/Metrópoles

Depois de uma semana marcada por uma série de quedas nos mercados financeiros mundo afora, uma série de agentes vem pedindo o fechamento das bolsas de valores até que o pânico em função da pandemia de coronavírus passe.

Como não há ainda no horizonte previsão de melhora, a ideia seria uma forma de amenizar as perdas registradas – e evitar novas.

De acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo, proposta é não só suspender as operações na B3 (bolsa brasileira), mas organizar uma operação conjunta de todas as Bolsas no mundo, de forma a conter as retiradas de recursos que estão afundando os índices globalmente.

A bolsa das Filipinas, por exemplo, anunciou na segunda-feira (16/03) que iria suspender a negociação de ações nesta terça-feira (17/03) por tempo indeterminado.

A ideia é que outros países sigam a mesma orientação, evitando perdas ocasionadas pelo desespero instalado nesses grupos.

No Brasil, a B3 registrou, desde o início do surto, ao menos seis circuit breaker, que é quando as negociações são interrompidas automaticamente com a queda de mais de 10% no principal índice do mercado, o iBovespa.

Últimas notícias