Coluna #105: este é um texto de despedida

Brasília pulsa, vibra e respira gastronomia; e eu vi, contei e ainda escreverei sobre histórias empreendedoras, deliciosas e inovadoras

atualizado 02/06/2022 17:21

Fotos: Arthur Menescal/Especial Metrópoles

Outro dia, participei de um evento para falar sobre a evolução do mercado gastronômico de Brasília. Em 20 anos dedicados a reportar ao público minhas percepções, novidades, aberturas, fechamentos, entre outros assuntos, jamais vi o cenário tão aquecido.

Já escrevi por aqui que Brasília vibra. É porque não tinha outra palavra naquele momento para descrever a minha alegria de estar inserida neste contexto de inovação, ousadia e resiliência. A pandemia veio como um tsunami em 2020. Comércio fechado, nós todos presos dentro de casa, tantas mortes e desesperança. Passado o susto, cada empresário foi catando os caquinhos e reconstruindo os negócios.

Alguns, que já vinham mal das pernas, infelizmente não resistiram. Mas a maioria está aí, lutando bravamente para não ser parte da estatística negativa. Sim, porque a pandemia ainda não acabou. E eu sou prova disto. Ao escrever este texto, aguardo o resultado de mais um teste de Covid, e minha intuição me diz que dará positivo.

A crise sanitária trouxe muitos aprendizados, novas ideias, despertou sentimentos e olhares inovadores. Por isso mesmo é que estamos vendo tantos restaurantes abrindo, eventos sendo retomados, projetos saindo do papel. O mercado da gastronomia precisa continuar gerando não somente empregos, mas também orgulho em quem faz e em quem consome.

Eu, que escrevo sobre ele, tenho mais do que orgulho. Tenho fé de que Brasília será ainda maior e que conquistará os paladares sedentos por novos sabores, com um trabalho conjunto de quem detém o poder sobre as panelas e de quem influencia a opinião e o desejo do público. Do lado que me cabe, continuarei noticiando os novos empreendimentos, assim como prestigiando quem já faz a história gastronômica de Brasília. Infelizmente, não será mais aqui neste espaço, ao qual honrei com 105 colunas, contando com esta que você lê agora.

Os 104 passados foram textos deliciosos de escrever. Já este aqui mistura um pouco de tristeza à alegria de ter podido alcançar pessoas que não me conheciam. Por isso, agradeço pela oportunidade e pelo profissionalismo com o qual fui tratada por aqui.

Eu me despeço do Metrópoles, reafirmando o meu compromisso com a gastronomia, esta ciência tão inexata, mas tão cheia de cultura e importância social e econômica. Meus textos continuarão sendo escritos e publicados no meu site e no meu perfil do Instagram. Quem quiser acompanhar, pode acessar lucianabarbo.com.br

Até breve!

Para mais dicas de gastronomia, siga @lucianabarbo no Instagram

Mais lidas
Últimas notícias