Só o ouro: conheça o hambúrguer e a batata frita mais caros do mundo

O sanduíche custa cerca de R$ 31 mil reais e a porção de batatas cerca de R$ 1 mil. Ambos são feitos com trufas

atualizado 16/07/2021 12:13

HambúrguerFoto: Reprodução/Instagram

Se você acha que aquele combo da hamburgueria artesanal que abriu no seu bairro é caro, talvez você repense até o fim dessa matéria. Um chef holandês e um restaurante nova-iorquino criaram, respectivamente, o hambúrguer e a batata mais caros do mundo. 

Enquanto o sanduíche sai a 5 mil euros, cerca de R$ 31 mil na cotação atual; as batatas custam US$ 200, ou seja, mais ou menos R$ 1 mil.  

O Golden Boy: o sanduíche mais caro do mundo é obra do chef holandês Robbert Jan de Veen. A explicação para o valor tão alto é simples: ele é feito com alguns dos ingredientes mais caros disponíveis no mercado. Carne japonesa Wagyu, caviar beluga, caranguejo-real do Alasca e trufa branca. Mas não é tudo. Ele é finalizado com uma folha de ouro comestível e vaporizado com uísque escocês. 

O hambúrguer criado pelo renomado chef tem um valor alto, mas é por uma boa causa. De acordo com Veen, todo o valor arrecadado será doado ao Banco Nacional de Alimentos. 

“Decidi criar o hambúrguer mais caro do mundo e doar toda a receita para instituições de caridade para fazer o bem para a sociedade”, disse em entrevista ao site The Daltons Voorthuizen.

Batata que vale ouro

Depois da visita à Holanda para comer o sanduíche, é possível matar a vontade de comer batata frita no restaurante Serendipity 3, de Nova Iorque. A casa fica localizada ao lado do Central Park e aposta em uma extensa lista de insumos caros para o preparo da Crème de la Crème Pomme Frites.

A receita dos chefs Joe e Frederick é feita com batatas Chipperbeck, champanhe Dom Perignon, gordura de ganso, vinagre de Ardenne de Champanhe Francês J. LeBlanc, óleo de trufa, sal de trufa Guerande, queijo Crete Senesi Pecorino Tartufello, manteiga de trufas, trufas pretas de verão e finalizadas com ouro comestível.

Pagamento antecipado

Quem quiser provar a novidade holandesa precisa encomendar com duas semanas de antecedência e pagar uma entrada de 750 euros. Ou seja, cerca de R$ 4,5 mil. O resto do valor precisa ser pago antes da pessoa comer. 

Já para provar as batatas, é necessário garantir uma reserva no Serendipity 3. Mas os donos já acreditam que ela será um dos carros-chefes da casa. 

Digno do Guinness

Mais que surpreender as pessoas com o preço alto, as receitas marcam recordes mundiais. De acordo com informação do National, o sanduíche mais caro reconhecido pelo Guinness Book, ou seja, o Livro dos Recordes, custou 4,2 mil euros e pesava 352kg. 

E isso foi um impulso para o chef Robbert Jan de Veen. “Isso definitivamente não era só para uma pessoa comer, então pensei em fazer melhor do que isso: criar um prato caro e individual”, explicou.

Agora o Golden Boy passa por análise da Associação Oficial de Recorde Mundial, que fica na Espanha. A expectativa é que o certificado de hambúrguer mais caro do mundo saia em alguns dias. 

Em processo mais avançado, as Crème de la Crème Pomme Frites já quebraram o recorde do livro. “Estamos muito honrados por sermos reconhecidos pelo Guinness World Records por nossa criação das batatas fritas mais caras do mundo. Esperamos criar ainda mais receitas exageradas no futuro”, disse Joe Calderone.

O restaurante nova iorquino já conta com dois registros no livro: sundae mais caro e maior bolo de casamento do mundo. 

Batata frita mais cara do mundo
O preparo leva dois tipos de trufas

Últimas notícias