Churrasco de Bolsonaro tem picanha de R$ 1.799,99 o quilo, diz jornal

Segundo colunista da Folha de S.Paulo, uma peça tem em média 350g e custa cerca de R$ 600. Almoço do presidente teve ao menos duas peças

atualizado 11/05/2021 15:52

Almoço de dia das mães no AlvoradaReprodução/Redes sociais

O churrasco realizado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), no último domingo (9/5), em homenagem ao Dia das Mães, contou com uma picanha de R$ 1.799,99 o quilo. As informações são da coluna Cozinha Bruta, do jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com a reportagem, uma peça tem em média 350 gramas e custa cerca de R$ 600. O almoço de Bolsonaro teve pelo menos duas dessas peças, totalizando R$ 1.200 em 700 gramas de carne.

O churrasqueiro contratado, que aparece nas fotos com o presidente, veio de Belém do Pará para fazer o churrasco no Alvorada, segundo o colunista Marcos Nogueira. Ele atende pelo apelido Tchê – o “Churrasqueiro dos Artistas”.

Em seu perfil no Instagram, Tchê justifica a alcunha com imagens ao lado de personagens como o pintor Romero Britto, o ator Eri Johnson e a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

Tchê apareceu em um post no domingo posando com Bolsonaro e dois pacotes de carne. Na embalagem, uma charge do presidente, o slogan de campanha de Bolsonaro e o nome do frigorífico. A mesma foto está no perfil do Frigorífico Goiás, e a legenda anuncia: picanha Mito.

Nogueira ligou para o frigorífico, em Goiânia. A picanha Mito estava em falta, mas era possível comprar a mesma carne com outra embalagem. Picanha de gado da raça wagyu, de origem japonesa, por R$ 1.799,99 o quilo.

A reunião, que contou com cerca de 10 pessoas, ocorreu após Bolsonaro realizar, na manhã de domingo, um passeio de moto por mais de uma hora. Centenas de motociclistas participaram.

Ao retornar para o Alvorada, o presidente ainda causou aglomeração e, sem máscara, cumprimentou apoiadores que estavam em frente à residência oficial.

Nas imagens compartilhadas nas redes sociais de familiares e amigos, é possível ver que não houve distanciamento social. Além disso, nenhum convidado usou máscara de proteção. As medidas são recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo próprio Ministério da Saúde como ações de enfrentamento à pandemia do coronavírus.

0

Últimas notícias