*

Após 23 dias fechado para reforma, o bar Pinella reabriu as portas com novidades no visual e no cardápio. A decoração dourada abriga um balcão com seis torneiras de chope.

Comandada pelas proprietárias Flávia Attuch e Marta Liuzzi, a casa pretende fisgar os amantes de gim com três receitas inéditas: Gingito (R$ 24), com gengibre, folhas de hortelã, água tônica e suco de limão, Ginpepi (R$ 26), feito com pepino, pimenta rosa, água tônica e suco de limão e Ginruc (R$ 27), composto por uvas verdes, rúcula, água tônica e suco de limão.

O barman Marcelo Apolinário ainda prepara duas versões do Mojito: Pantera Cor de Rosa (R$ 26), de frutas vermelhas, e Dona Moto (R$ 19), de abacaxi. Há ainda drinques sem álcool e carta de cervejas artesanais.

 

O cardápio de refeições homenageia as mulheres nos nomes dos pratos. O vegano Bela (R$ 26) junta falafel com algum dos molhos da casa (tahine ou coalhada), enquanto Bruna (R$ 25) reúne almôndegas, fonduta de queijo e molho de tomate rústico no pão francês.

Conhecido por ser um espaço bacana para paquera e encontros entre amigos, o Pinella segue com robusta programação musical diária.

Pinella
408 Norte, bloco B, loja 20, 61 3347-8334. De segunda a quarta, das 17h à 1h. Quinta a sábado, das 17h às 2h. Fecha aos domingos



 

COMENTE

Pinellabar pinella

Leia mais: Beber