Chuva de blockbusters! Confira os filmes que chegarão aos cinemas em 2021

Após vários adiamentos, o ano promete muitas estreias aguardadas como Viúva Negra, Cruella, Adão Negro, Marighela, Os Caça-Fantasmas e mais

atualizado 02/01/2021 6:09

Reprodução

O ano promete ser intenso para a indústria do cinema.  Entre animações, continuações, roteiros inéditos e remakes, 2021 terá grandes estreias. Para além das que já estavam previstas, várias produções, adiadas por causa da pandemia de Covid-19, devem ser exibidas nos próximos meses.

Apesar da vacina contra o coronavírus ainda não ter data definida para ser administrada no Brasil,  redes e distribuidoras já estão recuperando o fôlego perdido após meses de portas fechadas e semanas de baixo movimento.

Prova de que o brasileiro está ansioso para retomar o hábito de conferir os últimos lançamentos nas telonas é o desempenho do grande blockbuster de 2020: Mulher-Maravilha 1984. O longa estreou no dia 17 de dezembro e arrecadou US$ 1,7 milhões de bilheteria no país em seu primeiro final de semana de exibição.

Ano cheio para os super-heróis

Aliás, quem ama uma boa história de super-herói já pode ir preparando o bolso para conferir todas as novidades do ano. Viúva Negra será o primeiro a estrear, em abril de 2021, com Scarlett Johansson no papel de Natasha Romanoff. Em seguida, a Marvel levará aos cinemas Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis, em julho, além de Eternos, em novembro.

A Disney organizará o seu calendário levando em consideração o terceiro filme do Homem-Aranha, que produz em parceria com a Sony Pictures. No entanto, antes da sequência, programada para dezembro, a Sony fará o lançamento de Morbius, em março, e Venom: Tempo de Carnificina, em junho. Ambos, sem parceria com os estúdios Walt Disney.

Já as produções da DC Films tiveram suas datas recentemente alteradas pela Warner Bros. Enquanto O Esquadrão Suicida chega aos cinemas em agosto, Adão Negro, que a princípio seria exibido em 2021, está sem data de lançamento oficial até o momento e pode ficar para 2022.

0
Aguardados

Além deles, a nova versão de Cinderella será lançado no primeiro trimestre de 2021, com Camila Cabello apresentando uma releitura do clássico infantil. Desta vez, o projeto é liderado pela Columbia Pictures sem participação direta da Disney.

O estúdio de animação, no entanto, terá Cruella, produção que focará na vilã da franquia de 101 Dálmatas, protagonizada por Emma Stone. O enredo é uma das apostas da Disney para o ano e tem previsão de lançamento em 3 de julho.

Outro filme aguardado é Marry Me, com Jennifer Lopez. A cantora volta às telonas em uma comédia romântica como uma superstar abandonada pelo noivo em pleno o Madison Square Garden.

Minions 2: A Origem de Gru, da franquia Meu Malvado Favorito, tem previsão de chegar aos cinemas em 2 de julho. A animação é ambientada nos anos 1970 e acompanha Gru ainda criança, quando ele decide roubar os vilões mais poderosos do planeta para provar seu valor.

Para alegria de adultos e crianças, a Sony também terá estreará Caça-Fantasmas: Mais Além em 11 de junho de 2021 — coincidentemente, 37 anos após o filme original. Dirigido por Jason Reitman, a partir de um roteiro que ele escreveu com Gil Kenan, a sequência tem Carrie Coon, Finn Wolfhard, Mckenna Grace e Paul Rudd no elenco.

A trama  se passa mais de 30 anos após as produções lançadas na década de 1980 e acompanha uma família que se muda para uma pequena cidade e descobre uma conexão com Os Caças Fantasmas.

Filmes nacionais

E quem disse que não teremos blockbusters nacionais em 2021? A Menina Que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais, inspirados na história e nas divergências das narrativas de Daniel Cravinhos e Suzane Von Richthofen, no caso que chocou o Brasil há 19 anos, também devem chegar ao público ainda este ano.

Adiado mais de uma vez, Marighella, dirigido por Wagner Moura, ganhou seu primeiro trailer completo e já tem data de estreia no Brasil confirmada: 14 de abril de 2021. O longa conta a história dos últimos anos de Carlos Marighella, guerrilheiro que liderou um dos maiores movimentos de resistência contra a ditadura militar no Brasil, na década de 1960. O músico e ator Seu Jorge foi escolhido para o papel do protagonista. Também estão no elenco Bruno Gagliasso, Luiz Carlos Vasconcellos, Herson Capri, Humberto Carrão e Adriana Esteves.

Marighella não será a única oportunidade de ver Seu Jorge atuando nas telonas. O cantor também estreará Abe ao lado de Noah Schnapp (o Will Byers, e Stranger Things). Com direção de Fernando Grostein Andrade, o filme foi aclamado em festivais internacionais e nacionais em 2019 e será lançado no Brasil adiado em maio de 2021 — nos telões e no streaming.

Estreias simultâneas nos telões e na telinha

A estratégia utilizada pela Paris Filme com Abe será bastante comum no ano que se inicia. Algumas estreias continuarão ocorrendo simultaneamente, no cinema e nas plataformas digitais. A Warner, por exemplo, anunciou que lançará todos os títulos de 2021 com essa dinâmica, que mostrou-se bem sucedida em Mulher-Maravilha 1984. A produção foi lançada no mesmo dia nas telonas e no HBO Max — plataforma que também chegará em breve ao país.

Entre os títulos do estúdio para o ano estão Tom & Jerry, Godzilla vs. Kong, Mortal Kombat, Invocação do Mal 3, Space Jam 2, O Esquadrão Suicida, Duna e Matrix 4. De acordo com o comunicado da Warner, eles ficarão disponíveis por apenas um mês no HBO Max. Logo depois, sairão do catálogo e permanecerão em cartaz apenas nos salas de cinema.

A ideia, ao que parece, é prolongar a vida útil das produções nas salas — uma vez que apesar do ano cheio, os cinemas continuarão operando em capacidade reduzida.

Últimas notícias