Que fase da 407 Norte! Roubo de cabos de energia, carro queimado…

Ladrões roubaram fios de cobre na quadra, nos últimos três dias. Além disso, um carro foi incendiado e outro veículo teve o vidro quebrado

atualizado 03/08/2018 17:24

Imagem ilustrativa

A vida não anda nada fácil para os moradores da quadra 407 Norte. Somente nesta semana, por exemplo, a vizinhança foi alvo de roubos de cabos de energia, por três vezes. Além disso, o carro Fiat Siena de um morador do Bloco N teve os vidros quebrados – em uma suposta tentativa de furto – e, por fim, o segurança Magno Gaspar da Silva, 49 anos, teve o veículo incendiado, na última quarta-feira (1º/8), por um morador de rua.

Fatos a serem apurados por agentes da 2ª Delegacia de Polícia, responsável pela segurança da área. E, também, pelos próprios moradores, como a autônoma Maria de Fátima Caputo, 46 anos. Síndica do Bloco N, ela tem passado os dias ouvindo ligações dos moradores que reclamam, entre outras coisas, da violência e das oscilações de energia nos apartamentos.

Dona Fátima também gasta horas preciosas para visualizar as imagens das câmeras do circuito de TV que fazem a segurança da quadra. Tudo para encontrar provas dos crimes cometidos na região.

“Na noite passada, fomos novamente ‘visitados’ pelos caras que tentaram roubar os fios de luz. Um vizinho taxista chegou quatro da manhã e flagrou os ladrões em volta do prédio, frustrando a tentativa deles de roubar os fios de cobre”, conta Fátima. Segundo ela, os policiais militares foram chamados às 4h48 e chegaram às 5h09.

Após consultar as câmeras, os moradores conseguiram Identificar quatro homens. Resultado? Os bueiros estão todos abertos, a CEB foi chamada para tomar os procedimentos cabíveis e as senhoras e senhores condôminos foram todos avisados dos motivos que causam a oscilação na “luz” no prédio.

“Isso se deve ao roubo de cabos elétricos do nosso prédio. Já solicitamos a presença da CEB, mas, como houve roubo em vários prédios da quadra, pode ser que demore um pouco o atendimento. Evitem o uso dos eletrodomésticos, podem queimar”, disse o singelo aviso assinado por Dona Fátima.

De acordo com ela, nesta semana, os “meliantes” (é assim que a síndica os chama) também tentaram roubar os cabos de cobre dos blocos próximos, como o L e o M. Antes, na terça-feira (31/7), ladrões ainda não identificados roubaram os cabos de energia da caixa central da quadra.

Assim, o que resta a fazer, Dona Fátima?, pergunta o Metrópoles. “Só me resta registrar ocorrência na 2ª Delegacia de Polícia. Antes, porém, vou tentar recuperar as imagens das câmeras com a ajuda de um técnico. É que com o corte dos cabos as câmeras dos pilotis não estão mostrando nada e, também, perdi vídeos de outros equipamentos de gravação”, lamenta a autônoma.

E o que mais, Dona Fátima?

“Acho que vou passar a noite desta sexta-feira de plantão, para ver se eu pego esses ladrões”, brincou. Com um fundo de verdade, mas brincou, né?

 

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

 

Ação dos suspeitos foi flagrada por câmeras de segurança da quadra:

 

 

Carro queimado
E a bruxa parece que anda mesmo solta pelas bandas da 407 Norte. Nesta semana, também na noite de quarta-feira (1º/8), um carro foi parcialmente incendiado na quadra. Segundo o proprietário do veículo, tudo teria ocorrido depois que ele se recusou a dar dinheiro a um morador de rua. As câmeras de segurança registraram a ação do suspeito. O caso está sendo apurado pela 2ª Delegacia de Polícia, que investiga as circunstâncias do crime.

A vítima, o segurança Magno Gaspar da Silva, 49 anos, considerava a quadra segura, já que está no centro de Brasília. “Além disso, lá é cercado por câmeras, bem movimentado. Quando me neguei a dar o dinheiro, vi que ele permaneceu perto do carro. Dei a volta no bloco para ver se ele ia fazer alguma coisa. Quando percebi, o carro já estava em chamas”, contou ao Metrópoles.

Insegurança
No mês passado, o Metrópoles mostrou um problema semelhante. Um morador de rua foi flagrado por câmeras de segurança furando pneus de dois carros que estavam estacionados no Bloco D, da mesma quadra. O síndico do prédio, Ednaldo Lima Santos, 38, foi uma das vítimas. O trabalhador disse que o caso vem se repetindo ao longo de, pelo menos, um ano.

Metrópoles mostrou que os bandidos estão cada vez mais ousados no Distrito Federal, o que tem aumentado a sensação de insegurança dos brasilienses. Nas últimas semanas, após assaltarem o filho de um deputado, roubarem a casa de um desembargador aposentado e explodirem caixas eletrônicos do anexo da sede do governo local, ladrões atacaram, pela quinta vez, um posto de combustíveis localizado a apenas 50m da delegacia de Santa Maria.

Mais lidas
Últimas notícias