Paulo Roque desiste do Senado e tentará Câmara dos Deputados

Roque pretendia integrar chapa de Reguffe. Porém, com a desistência do União Brasil de lançar o senador ao GDF, os planos mudaram

atualizado 08/08/2022 15:34

Divulgação

O advogado Paulo Roque (Novo) voltou atrás e não irá mais concorrer ao Senado. Agora, ele é pré-candidato a deputado federal.

Ao Metrópoles, Roque disse que desistiu de tentar uma cadeira no Senado porque pretendia integrar a chapa de José Antônio Reguffe (União Brasil). Porém, com a desistência do União Brasil de lançar Reguffe ao Palácio do Buriti, os planos mudaram.

“Eu e o Reguffe estaríamos unidos na mesma chapa: ele para o GDF e eu para o Senado. Com o absurdo que fizeram com ele ao lhe negarem legenda, decidi me candidatar a deputado federal para dar continuidade a uma nobre missão parlamentar tão bem desempenhada em todos esses anos pelo senador. O DF não desistiu e não vai desistir da ética, da transparência e da honestidade na política”, afirmou Paulo Roque.

Desistência de Reguffe

Na última sexta-feira (5/8), o partido União Brasil desistiu de vez da candidatura de Reguffe ao GDF. Após novo recuo do senador para confirmar a candidatura, o presidente regional da sigla, Manoel Arruda, afirmou que o senador “não tem mais comprometimento” com a campanha.

Segundo disse Manoel em coletiva de imprensa na convenção do Republicanos-DF, a hora da confirmação era na noite de quinta-feira (4/8). “O Reguffe sabia que o limite era esse. Diante da não confirmação, decidimos como partido apoiar Ibaneis (Rocha, governador do DF), mas nossa base está liberada para apoiar qualquer candidato”, afirmou o presidente regional da sigla, durante o lançamento da candidatura da ex-ministra Damares Alves ao Senado.

Mais lidas
Últimas notícias