Novo normal: após 114 dias, academias do DF reabrem com movimento tímido

Em meio à pandemia do novo coronavírus, poucos alunos decidiram retomar a rotina de treinos nas primeiras horas desta terça-feira

atualizado 07/07/2020 10:49

abertura das academias do DF durante a pandemia coronavirusRafaela Felicciano/Metrópoles

Após 114 dias fechadas, as academias do Distrito Federal estão autorizadas e podem voltar a funcionar a partir desta terça-feira (7/7). Com a reabertura do setor, o Metrópoles percorreu estabelecimentos e constatou baixa procura por parte dos alunos. A suspensão do serviço foi decretada em março deste ano, como medida para evitar a disseminação do novo coronavírus.

A Smart Fit da 407 Norte amanheceu vazia. Na unidade da 305 Norte, alguns alunos até foram treinar, por volta das 7h40. Mas nada comparado ao que de fato seria uma movimentação considerada normal ao dia a dia da academia.

No estúdio de Pilates Club 4 e no Connect Funcional, localizado no subsolo da 305 Norte, o espaço estava todo adaptado para receber os clientes. A sócia proprietária Odjane Argolo disse que, por enquanto, o atendimento só é feito com hora marcada.

“Já tivemos alguns agendamentos e atendemos uma aluna hoje no treinamento funcional. Vamos voltar devagar. Pedimos aos nossos alunos do pilates que venham reconhecer o espaço para saber que estamos preparados e seguindo as regras. Acreditamos em um retorno gradual. As pessoas ainda estão receosas, mas estão com muita vontade de retornar aos exercícios”, explica Odjane.

A academia vai continuar dando aulas on-line para aqueles que ainda não se sentem seguros em retomar os treinos pessoalmente. A professora Márcia Moreira, 37 anos, e o marido, o servidor público André Marcos Moreira, 40, estão nessa estatística. Eles, porém, foram à academia nesta manhã, para cancelar o plano anual. “Só viemos para isso. Não estávamos conseguindo realizar o processo pela internet e resolvemos vir assim que abrisse para evitar que o tempo se prolongue. Ainda não nos sentimos confortáveis em voltar. Os números de casos estão absurdos e não pretendemos correr riscos”, disse André Marcos.

0

A aposentada Alba Soares Azevedo, 60 anos, também foi ao local para cancelar a matrícula. “Eu e toda a minha família ainda não vamos voltar. Estamos inseguros. A gente não sabe a reação do nosso organismo ao pegar a doença. Por isso, melhor não arriscar ainda.”

Na contramão de dona Alba, Val Costa Silva, também de 60 anos, retomou os treinos na academia Smart Fit da 407 Norte. Ela chegou ao local por volta das 8h40.

“Eu estava ansiosa para voltar. Sou acostumada a praticar atividades físicas de segunda a sábado. Sei do perigo, mas também sinto a necessidade em me manter saudável. Estou contente com a minha academia. Eles prepararam tudo com muito zelo. Me senti acolhida com as adaptações. Acredito que se os alunos respeitarem as regras do decreto, não teremos maiores problemas para treinar.”

Novo normal

Pelas novas normas, os espaços podem funcionar conforme alvará expedido. Entre os cuidados recomendados para a reabertura, está a aferição de temperatura de alunos e funcionários ao longo do expediente. Além disso, o distanciamento mínimo de 2 metros entre os equipamentos de ginástica, suspensão das aulas coletivas, e a higienização constante do local.

Os funcionários, professores e alunos devem usar a máscara de proteção facial, obrigatoriamente. Também é preciso disponibilizar produto de higienização dos aparelhos e o álcool em gel 70%.

A norma proíbe o funcionamento de bebedouros e o uso de chuveiros. A utilização de catracas e pontos eletrônicos por biometria também fica suspensa. Deve ocorrer o fechamento do local de uma a duas vezes ao dia, por pelo menos 30 minutos, para limpeza geral e desinfecção. No uso de ar-condicionado, a manutenção e a limpeza dos filtros têm de ser feitas diariamente.

A conselheira tutelar Suellen Tobias, 33 anos, voltou à Academia Corpo e Saúde, unidade do Guará II, para retomar as atividades. “A quarentena fez a gente ganhar uns quilinhos a mais e eu já pretendia voltar. A minha apreensão era de a academia estar muito cheia, mas estou contente porque tá tranquila. Todos os equipamentos estão com materiais de limpeza para a gente ajudar na higienização. Os professores também me orientaram na entrada a ficar aqui por no máximo meia hora. Achei as dicas todas válidas. Pretendo continuar treinando e que os próximos dias sejam melhores”, disse.

Reabertura preocupa

A infectologista do Hospital Águas Claras Ana Helena Germoglio considera que o momento é delicado para a reabertura, uma vez que o DF apresenta mais de 85% de ocupação dos leitos de UTI. Ela alerta sobre os cuidados que as pessoas devem ter ao retomar as atividades nos espaços.

“Idealmente, as academias devem ter agendamento de horários para evitar a lotação normal. O recomendado é que não tenham aulas em grupos. Os estabelecimentos devem não somente instalar compartimentos de álcool nas paredes como também utilizar borrifadores para higienizar imediatamente o aparelho na troca de pessoas”, aconselhou.

“As academias têm que garantir essa limpeza. O bebedouro é apenas para encher a garrafinha de água. O usuário também precisa levar mais de uma máscara para trocá-la assim que a que está sendo utilizada ficar úmida”, frisou Ana Helena.

Veja as dicas da infectologista para retomar as atividades na academia:

  • Agendar o seu horário;
  • Não fazer atividades em grupo;
  • Higienizar os aparelhos após o uso;
  • Utilizar o álcool em gel durante a permanência na academia;
  • Usar bebedouro apenas para encher a garrafinha de água;
  • Levar duas, ou mais máscaras de proteção facial para trocá-las quando a que está em uso, ficar úmida.
Preparadas

Coordenadora de vendas da academia Fit One, Loiane Ferro, 33, com unidades no Cruzeiro e no Jardim Botânico, disse que os dois espaços tomaram todas as medidas de segurança e estão preparados para receber os alunos das 6h às 22h30, a partir desta terça.

“Vamos utilizar  um aplicativo para a marcação de horários. Distanciamos os aparelhos, fizemos as demarcações e estimamos que serão 25 alunos no espaço de 1,2 mil m², por hora. Também fecharemos duas vezes ao dia, por 30 minutos, para a limpeza geral. Tudo visando a segurança de alunos e funcionários.”

Veja publicação do estabelecimento na página oficial do Instagram:

 

Últimas notícias