Tempo real

Acompanhe as últimas notícias sobre coronavírus

Acompanhe os acontecimentos relacionados à Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, que recebeu o nome de Sars-Cov-2

Morre Cláudio Farag, ex-dono da Faculdade Fortium e procurador da Fazenda

Na manhã desta quinta-feira (3/12), morreu Cláudio Renato do Canto Farág, antigo dono da Faculdade Fórtium, procurador da Fazenda Nacional e fundador e sócio do escritório de advocacia Farág, Ferreira & Vieira Advogadas e Advogados. Ele estava internado no Rio de Janeiro e foi vítima de complicações causadas pela Covid-19.

A Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Nacionais (Febrafite), cliente do escritório de Farág, manifestou pesar.

Leia mais

Doria proíbe Réveillon em bares, hotéis e restaurantes em São Paulo

O governo de São Paulo, João Doria (PSDB), por meio do Centro de Contingência do coronavírus, recomendou que as celebrações familiares de fim de ano não reúnam mais do que 10 pessoas e evitem a presença de idosos. Além disso, foram proibidas festas de Réveillon em estabelecimentos fechados, como bares, hotéis e restaurantes. A informação é da Folha de S. Paulo.

Segundo José Medina, médico coordenador do centro, essa orientação é para festas familiares, que devem incluir o uso de máscaras por participantes e distanciamento uns dos outros. “Esse número [de 10 pessoas] é usado por vários países, mas se for possível evitar, é melhor.”

Leia mais

Clínicas privadas só terão vacinas contra Covid-19 no 2º semestre de 2021

A Associação Brasileira de Clínicas de Vacinas (ABCVAC) estima que os estoques das clínicas particulares de saúde do país só sejam abastecidos com vacinas contra o novo coronavírus no segundo semestre de 2021. São informações do Estadão.

Segundo a ABCVAC, o risco de que os imunizantes só sejam disponibilizados para o setor em 2022 não está descartado. As clínicas estão no fim da fila para receberem as doses da vacina, pois aguardam um excedente na produção do medicamento.

Leia mais

Com DF prestes a alcançar 4 mil mortes, MP cobra do GDF ações contra a Covid-19

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) vai cobrar da Secretaria de Saúde detalhes sobre as novas ações adotadas para reduzir as infecções do novo coronavírus entre os brasilienses. A decisão foi tomada nesta quinta-feira (3/12), durante reunião da força-tarefa do órgão de fiscalização que acompanha as medidas de enfrentamento à Covid-19 no DF.

A solicitação ocorre às vésperas de a capital federal chegar a 4 mil mortes pela Covid-19, com risco da chegada de uma segunda onda de transmissões da doença. Por isso, os procuradores e promotores querem, por parte das autoridades do Governo do Distrito Federal (GDF), a apresentação de um plano estratégico de fiscalização. Também requerem que sejam intensificadas as ações preventivas e as punições para quem desrespeitar as normas sanitárias para o controle da disseminação do Sars-Cov-2.

Leia mais

Senado aprova PL que garante vacina gratuita e universal contra a Covid-19

Em plenário virtual, os senadores aprovaram, nesta quinta-feira (3/12), por unanimidade dos 67 votantes, o Projeto de Lei 4.023/20, que altera a Lei 13.979/20 e trata das diretrizes que orientam a distribuição das vacinas contra a Covid-19 à população, garantindo que seja universal, gratuita e priorizando os grupos mais vulneráveis. O texto segue para análise na Câmara dos Deputados.

O projeto, de autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), foi apreciado conjuntamente com o PL 4.621/20, da senadora Rose de Freitas (Podemos-ES), que exigia a definição de critérios técnicos para regulamentar a distribuição de vacinas contra a Covid-19. O senador Nelsinho Trad (PSD-MS) apresentou parecer favorável aos projetos.

Leia mais

“Temos interesse em todas as vacinas eficazes e seguras”, diz Ministério da Saúde

De acordo com o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, o Brasil irá considerar "todas as vacinas contra a Covid-19 que apresentarem eficácia, segurança e tiverem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)". Em entrevista coletiva, na tarde desta quinta-feira (3/12), ele afirmou que foram feitas reuniões com todas as fabricantes que procuraram a pasta.

Segundo o secretário, as imunizações feitas pela Universidade de Oxford/Astrazeneca não foram adquiridas até o momento, e o que foi feito foi uma "encomenda tecnológica". Apesar disso, cerca de 15 milhões de doses devem chegar ao país em breve e cobrirão a primeira fase do esquema de vacinação, divulgado pelo ministério nesta semana.

Leia mais

Covid-19: média móvel de mortes no DF permanece em 7 e segue estável

Nesta quinta-feira (3/12), mais sete pessoas morreram em decorrência da Covid-19 no Distrito Federal. Com isso, a média móvel de mortes por Covid-19 permaneceu estável, em 7. Na comparação com a apurada há 15 dias, houve aumento de 6%, o que indica estabilidade na quantidade de óbitos.

Usar a média móvel como referência foi recomendada por especialistas devido ao tempo de incubação do novo coronavírus. A medida compara a média móvel do dia com a de duas semanas atrás. As oscilações no número de mortes ou de casos de até 15% para mais ou para menos caracterizam invariabilidade.

Leia mais

Considerada estável, média móvel de mortes por Covid-19 no Brasil vai a 544

Com a terceira alta consecutiva na semana, média móvel de mortes por Covid-19 no Brasil chegou a 544 nesta quinta-feira (3/11). Na comparação com a taxa registrada há 14 dias, houve, no entanto, uma queda de 1%.

Devido ao tempo de incubação do novo coronavírus, adotou-se a recomendação de especialistas para que a média móvel do dia seja comparada à de duas semanas atrás. Variações na quantidade de mortes ou de casos de até 15% para mais ou para menos não são significativas em relação à evolução da pandemia. Já percentuais acima ou abaixo devem ser encarados como tendência de crescimento ou de queda.

Leia mais

Com ameaça da 2ª onda de Covid-19, colégio do DF realiza noite de formatura

Menos de 48 horas depois de o Governo do Distrito Federal (GDF) lançar medidas mais duras para inibir aglomerações, pelo risco real de uma segunda onda de infecções pelo novo coronavírus, uma escola particular de Brasília decidiu manter a realização da solenidade de formatura para os 150 estudantes do 3º ano do ensino médio. Os formandos do Colégio Galois recebem os canudos na noite desta quinta-feira (3/12), às 20h, no Ópera Hall, antigo Net Live.

Embora tenha sido divulgado como uma colação de grau, o evento reunirá a programação de uma formatura tradicional em apenas uma noite: o recebimento do diploma, a solenidade religiosa e, por fim, as homenagens. Cada presente receberá uma espécie de kit, com água, suco e bolo. As bebidas alcoólicas não serão fornecidas pela organização da festa, mas não houve orientação para impedir convidados de levá-las.

Leia mais

PT pede que MP investigue atraso de João Doria para revisar Plano São Paulo

São Paulo – O deputado estadual Paulo Fiorilo (PT-SP) pediu ao Ministério Público que investigue o motivo pelo qual o governador João Doria (PSDB) deixou a revisão do Plano São Paulo para o dia seguinte ao resultado da eleição municipal.

Segundo o pedido de Fiorilo, no meio do mês de novembro, o governador já estaria ciente do aumento de casos de Covid-19 no estado, mas teria postergado a adoção de medidas restritivas para favorecer seu aliado, o prefeito Bruno Covas (PSDB), na disputa eleitoral da capital de São Paulo. Caso a situação seja comprovada, ela poderá ser classificada como improbidade administrativa.

Leia mais
Imagem - Brasil coronavirus

Newsletter: cadastre-se e receba notícias sobre o coronavírus no seu email

Cadastre-se