Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Covid-19: com 300 leitos, Mané Garrincha será hospital de apoio

Espaço será reservado para vítimas do novo coronavírus, assim como a Policlínica da PMDF e um hospital particular de Águas Claras

atualizado 20/03/2020 14:01

Estádio Mané GarrinchaDaniel Ferreira/Metrópoles

O governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou à coluna Janela Indiscreta que usará o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha no combate ao novo coronavírus. A Arena BSB afirmou que colocará o espaço à disposição do Governo do Distrito Federal (GDF) para ser utilizado como centro de triagem ou hospital de campanha.

A Policlínica da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e um hospital particular de Águas Claras também serão utilizados exclusivamente para tratamento de pacientes da Covid-19. No caso da unidade de Águas Claras, o centro será para atender pacientes da cidade, de Ceilândia e de Taguatinga.

A decisão faz parte de uma série de medidas tomadas pelo governo para combate à transmissão do coronavírus no Distrito Federal. Escolas e grande parte do comércio estarão fechados até, pelo menos, o dia 5 de abril. Parques e templos religiosos também estão proibidos de funcionar.

Na quinta-feira (19/03), o próprio governador Ibaneis Rocha (MDB) apontou que, em menos de 24 horas, os casos confirmados no DF saltaram de 36 para 84, como mostrou a coluna Janela Indiscreta.

A Arena BSB afirmou que, como uma mensagem de esperança, serão acesas as luzes externas do Estádio Nacional de Brasília, todas as noites, das 19h às 23h.

Últimas notícias