Dicas de exercícios e alimentação para viver uma vida saudável e sem neura

Café antes do treino ajuda no exercício?

O efeito estimulante torna a suplementação interessante em períodos de treinamento intenso

atualizado 21/12/2020 11:39

Foto: Reprodução/Alto astral

O café é uma das bebidas mais consumidas no Brasil e no mundo. Parte da rotina da maioria dos brasileiros, é apreciado de diversas formas, pelos mais diversos paladares.

O efeito estimulante associado à diminuição da percepção do esforço é o que torna a suplementação interessante em períodos de treinamento intenso. Além disso, o uso em quantidades corretas pode aumentar a mobilização de ácidos graxos (ou seja, da oxidação da gordura) e reduzir a utilização dos carboidratos (glicogênio).

Além dos efeitos ergogênicos da bebida, alguns estudos recentes indicam os benefícios de seu consumo na prevenção de doenças hepáticas e saúde do fígado.

O café é rico em cafeína, um alcalóide farmacologicamente ativo (meta-xantina). Além disso, estimula naturalmente o sistema nervoso central.

Mas não é apenas nele que a cafeína pode ser encontrada. Ela também está presente em algumas plantas e em alimentos como o chocolate, guaraná e determinados tipos de chás.

A cafeína também é utilizada de forma isolada, como suplemento ergogênico em doses que variam entre 3-6mg/kg, e são administradas de 30 a 60 minutos antes da prática da atividade física (o uso, vale destacar, é contraindicado no caso de indivíduos com histórico de depressão, bipolaridade ou outras desordens psíquicas).

É importante salientar que a ingestão excessiva pode provocar efeitos adversos, como irritabilidade, ansiedade, agitação, dor de cabeça e insônia. Respeite sua individualidade biológica, já que cada indivíduo tem níveis de tolerância à cafeína. Não faça uso de suplementos sem a indicação do seu médico e/ou nutricionista.

Últimas notícias