Saiba os sinais que o corpo dá quando o fígado está com problemas

Alguns dos sintomas são genéricos e, por isso, é preciso ficar atento à combinação deles. Em caso de problemas, a orientação é ir ao médico

Sakramir/istock

atualizado 26/02/2019 19:43

Segundo maior órgão do corpo, o fígado é responsável por sintetizar o colesterol, desintoxicar o organismo, emulsificar gorduras, armazenar algumas vitaminas, entre outras funções. Por ser tão importante, é preciso ficar de olho: qualquer problema deve ser investigado pelo médico.

Os primeiros sinais e sintomas de problemas no fígado são dor abdominal do lado direito e barriga inchada. Além desses, é fácil perceber uma cor amarelada na pele e nos olhos e urina escura, de cor amarela forte.

Algumas das causas comuns de problemas no fígado são o excesso de gordura neste órgão, que ocorre principalmente em pessoas com excesso de peso ou que não praticam atividade física, excesso de álcool, uso abusivo de medicamentos e doenças como hepatite, cirrose, ascite, esquistossomose e hipertensão portal.

O gastroenterologista é o médico especialista mais indicado para o tratamento das doenças do fígado, e ele deve ser consultado se os sintomas persistirem, mesmo após as alterações na dieta.

Principais sintomas

  • Dor abdominal
  • Vômitos
  • Dor de cabeça
  • Coceira
  • Tontura
  • Cansaço
  • Fezes amareladas
  • Diarreia

Diante da presença desses sintomas, é importante procurar um médico para investigar a causa do problema e iniciar o tratamento adequado.

Exames de diagnóstico
Para diagnosticar problemas no fígado, deve-se fazer um exame de sangue chamado hepatograma, que avalia as funções do órgão a partir dos níveis de:

  • AST e ALT;
  • GGT, também chama de Gama GT;
  • Fosfatase alcalina;
  • Bilirrubina direta, indireta e total;
  • Albumina;
  • INR e TAP ou TP;
  • 5′ nucleotidase (5’NTD);
  • LDH.

Além dos exames de sangue, o médico pode pedir outros complementares, como ultrassonografia e tomografia computadorizada.

Tratamento
O tratamento a ser feito depende das causas da doença, mas os casos mais leves são tratados apenas com alterações na dieta. No entanto, nas situações de maior gravidade, podem ser necessários remédios para diminuir a inflamação, o colesterol, a glicemia e outros fatores que afetam o fígado.

Além disso, deve-se conversar com o médico e pedir autorização para complementar o tratamento com remédios caseiros que ajudam a limpar o órgão, como os feitos com boldo, alface ou alfazema.

Alimentação para tratar o fígado
Em caso de problemas no fígado, recomenda-se beber pelo menos 1,5 litro de água por dia e consumir alimentos de fácil digestão e com pouca gordura, como peixes, carnes brancas, frutas, legumes, sucos naturais, queijos brancos, leite e derivados desnatados.

Além disso, é importante preferir preparações cozidas, assadas ou grelhadas, evitando frituras, refrigerantes, biscoitos recheados, manteiga, carnes vermelhas, salsicha, linguiça, bacon, chocolate e doces em geral. Também é recomendado evitar o consumo de qualquer tipo de bebida alcoólica. (Com informações do portal Tua Saúde)

Últimas notícias