Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Vacinação da área de Educação será por lista e não por agendamento

De acordo com GDF, os nomes contemplados serão encaminhados para a Secretaria de Saúde, que indicará postos mais próximos do beneficiado

atualizado 17/05/2021 16:46

Vacinação contra Covid-19 em pessoas com comorbidades e gestantes no estacionamento 13 do Parque da CidadeGustavo Alcântara/Especial Metrópoles

O secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, afirmou que a vacinação dos profissionais da área de Educação contra a Covid-19, que foram incluídos recentemente no plano local, será filtrada por meio de uma lista prévia.

De acordo com Rocha, o Governo do Distrito Federal (GDF) deve direcionar esses profissionais para os postos de vacinação mais próximos de onde trabalham. Por isso, reforçou, não haverá necessidade de agendamento no site da pasta.

“A Secretaria de Educação encaminhará a lista para a Saúde já com o nome dos profissionais e o local de trabalho. Então, com base no local de trabalho, as pessoas serão direcionadas a um ponto de vacinação mais próximo”, explicou nesta segunda-feira (17/5).

O secretário da Casa Civil informou ainda que não há uma data prevista para a retomada das aulas presenciais, embora trabalhe com a possibilidade de ser no início do segundo semestre. Segundo ele, o governo decidiu priorizar os profissionais de creches na atual fase porque muitos pais estão deixando de trabalhar por não terem com quem deixar os filhos.

“Não há data objetiva para a retomada das aulas, mas o governador espera a reabertura das creches o mais rápido possível e sem necessariamente ter uma correlação, uma correspondência de data com as demais fases da educação pública. A determinação do governador com relação às creches é justamente para que aqueles pais que estão com dificuldade em onde deixar suas crianças, seus filhos, possam ter essa opção para com isso poderem voltar ao trabalho”, frisou.

A vacinação contra Covid-19 para os profissionais de creches do DF começa em 20 de maio. De acordo com o governador Ibaneis Rocha (MDB), esta é a data prevista para os primeiros profissionais da educação a serem imunizados, conforme definido pela Secretaria de Educação.

Os primeiros profissionais da educação a serem vacinados contra a Covid-19 serão os que atuam em creches. Os empregados desses estabelecimentos somam um universo de, aproximadamente, 10 mil pessoas.

As cerca de 85 mil novas doses que serão recebidas na capital, na terça-feira (18), possibilitarão ampliar a vacinação contra Covid-19. Além dos profissionais das creches, os imunizantes contemplarão pessoas com comorbidades que tenham idade entre 30 e 49 anos, além de professores. Esses ainda estão sem data exata para a vacinação.

Últimas notícias