Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Ibaneis anuncia vacinação de professores e pessoas entre 30 e 49 anos com comorbidades

As cerca de 85 mil novas doses que serão recebidas pelo Distrito Federal possibilitarão ampliar a vacinação contra Covid-19

atualizado 17/05/2021 13:50

Vacinação da Covid-19 em GoiâniaVinícius Schmidt/Metrópoles

As cerca de 85 mil novas doses que serão recebidas pelo Distrito Federal possibilitarão ampliar a vacinação contra Covid-19. Previstos para chegar na madrugada de terça-feira (18/5), os imunizantes contemplarão pessoas com comorbidades que tenham idade entre 30 e 49 anos. Além disso, o GDF anunciou o início da campanha de vacinação destinada aos profissionais da educação.

“Serão vacinados o público de 30 a 49 anos com comorbidades e os professores e trabalhadores das creches do DF”, afirmou o governador Ibaneis Rocha (MDB) à coluna Grande Angular.

No total, são 77.100 doses da vacina de Oxford/AstraZeneca e mais 8.190 unidades da Pfizer que o DF receberá nesta semana do Ministério da Saúde.

Até esta segunda-feira (17/5), o DF estava vacinando pessoas com comorbidades na faixa etária de 50 a 54 anos. Para os profissionais da educação, os imunizantes começam a ser aplicados em professores e trabalhadores que atuam em creches, conforme calendário previsto pela Secretaria de Educação.

No Brasil

O Ministério da Saúde distribui, a partir desta terça-feira (18/5), 6,4 milhões de doses de vacinas. A remessa conta com 4,7 milhões de unidades da AstraZeneca, produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz.

Segundo a pasta federal, o quantitativo da Coronavac é destinado à aplicação da segunda dose em 12 estados. As outras 15 unidades da Federação — incluindo o DF — não relataram ao ministério pendências para a conclusão do esquema vacinal com o imunizante e, então, não receberão doses deste fabricante.

Últimas notícias