Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

Ex-bolsonarista, Luis Miranda negocia entrar no Podemos

Deputado Luis Miranda disse que saída do União Brasil é inevitável e que o destino deve ser o Podemos

atualizado 10/11/2021 12:45

Deputado Luis Miranda, do DEM do Distrito Federal, durante coletiva após depor na sede da Polícia Federal, em Brasília 2Gustavo Moreno/Especial Metrópoles

O deputado Luis Miranda, cujo irmão fez denúncias à CPI da Pandemia no caso Covaxin, negocia filiar-se ao Podemos. Nesta quarta-feira (10/11), Miranda foi à filiação de Sergio Moro ao partido e confirmou as tratativas.

Miranda é do DEM, que está em processo de fusão com o PSL para se tornar o União Brasil em breve. Segundo o deputado, sua saída do União Brasil é inevitável e o destino deve ser o Podemos.

Assim que Moro terminou o discurso, Miranda rapidamente posou para fotos com o ex-ministro de Jair Bolsonaro ao lado de parlamentares do Podemos.

Eleito na onda bolsonarista de 2018, Miranda rompeu com o governo durante a CPI da Pandemia, depois de alertar Bolsonaro no Palácio da Alvorada sobre irregularidades na compra da vacina indiana Covaxin pelo Ministério da Saúde. Seu irmão, o servidor Luis Ricardo Miranda, também depôs à CPI e hoje está fora do país sob proteção policial, em local sigiloso.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna