Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Saiba quem é o “inimigo aterrorizante” do rei Charles, segundo expert

Segundo uma comentarista de questões da realeza, o rei Charles terá de lidar com um "inimigo aterrorizante" durante o início do reinado

atualizado 27/09/2022 12:42

Meghan e rei Charles III Foto: Karwai Tang/Max Mumby/Indigo/Getty Images

O rei Charles III completa um mês de reinado no próximo dia 8. Segundo uma comentarista de questões da realeza, o novo soberano está prestes a ter de lidar com um “inimigo aterrorizante” que promete estremecer os pilares da monarquia britânica. O oponente da majestade? Nada menos que a Netflix. Colunista do portal The Sun, a jornalista Clemmie Moodie frisou que a quinta temporada de The Crown “representa uma ameaça” à Coroa. A nova leva de episódios chegará ao catálogo da gigante do entretenimento em 9 de novembro.

Os novos episódios do seriado trarão os conflitos do primeiro casamento de Charles, no caso, com a princesa Diana. “A Netflix anunciou a data de lançamento da quinta temporada de The Crown [pouco menos de] um mês após a morte da rainha. Monstro trapaceiro”, argumentou Moodie ao The Sun sobre o serviço de streaming. Na avaliação da expert real, o rei, os membros da realeza e assessores estão de olho no “novo inimigo aterrorizante”.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Outros inimigos

Além da Netflix, Moodie vê as futuras movimentações de Harry e de Meghan Markle como uma “ameaça de desestabilizar a família real em um dos momentos mais críticos de sua história”. A colunista do The Sun fez alusão ao lançamento do livro de memórias do duque de Sussex: “Suas lembranças coletivas podem variar, mas o dano que ainda podem causar permanecem potentes”. Ao anunciar que iria publicar a biografia, ele comentou: “Estou escrevendo não como príncipe que nasci, mas como homem que me tornei”.

“Netflix, Meghan e Harry estão ocupados redigindo suas próprias narrativas, algumas mais ficcionalizadas do que outras”, frisou Clemmie Moodie.

Conforme apurou a jornalista, Harry está preocupado com a ótica dada a Charles no livro e, por isso, deseja fazer mudanças. “Ele quer que as seções sejam alteradas. Não é uma reescrita total de forma alguma, mas está desesperado para fazer alterações, entretanto, pode ser tarde demais”, revelou Moodie. O príncipe assinou um contrato milionário com a editora Penguin Randon House para publicar quatro edições. De acordo com fontes, o trato chegou a 29 milhões de libras, o equivalente a R$ 155,84 milhões em cotação atual.

O príncipe Harry irá lançar uma autobiografia. O livro promete abalar o reinado de Charles, segundo experts reais

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Mais lidas
Últimas notícias